Portal NN1

Últimas

ASA Gigante! clube completa 66 anos nesta terça-feira Time que deu o primeiro título do ASA em 1953. Foto: Reprodução internet.

ASA Gigante! clube completa 66 anos nesta terça-feira

O time do ASA completa 66 anos nesta terça-feira, 25/09. Fundado no dia 25 de setembro de 1952, o clube surgiu como Associação Sportiva de Arapiraca. Ocorreu a mudança para Agremiação Sportiva Arapiraquense, mas manteve a sigla ASA.

Conquistou até agora sete títulos alagoanos, sendo o primeiro deles em 1953. Em 2000, conquistou seu título inesquecível ao vencer o CSA por 1 a 0 com gol de Jaelson Marcelino em pleno Estádio Rei Pelé. Jaelson tornou-se ídolo da torcida e não esconde de ninguém sua paixão pelo alvi-negro. Em 2001, o alvi-negro conquistou o bi do campeonato, novamente, superando o CSA. 

Em 2003, a equipe alvi-negra voltou a conquistar o título estadual no comando técnico de Canhoto que já havia sido destaque dentro de campo atuando como lateral. Naquela competição, o artilheiro foi Moisés de Lima Neto que marcou 12 gols. Ele encerrou a carreira de jogador, mas permaneceu em Arapiraca e, atualmente, trabalha na base do clube.

A equipe arapiraquense voltou a levantar a Taça em 2005 no comando técnico de Flávio Barros. Naquela temporada, pela 1ª vez, o ASA conquista um título estadual vencendo os 2 turnos, sagrando-se campeão “direto”.   

Ainda em 2005, as Federações de Alagoas e Sergipe promoveram um torneio regional, intitulado Alagipe, reunindo clubes dos dois estados. O alv-negro conquistou o título, vencendo os 2 jogos finais contra o time da Lagartense (SE). 

A temporada de 2009 foi inesquecível para a torcida de Arapiraca.  Comandado pelo técnico Vica, o time alvi-negro ganhou o título estadual, superando o Coruripe. Depois de conquistar o Campeonato Alagoano e se sair muito bem na Copa do Brasil, o alvi-negro disputa o Campeonato  Brasileiro da série C com outros 19 clubes. 

E conquistou o acesso para a série B após empate em 2 a 2 com o Rio Branco em plena Arena da Floresta no Acre, deixando o coração dos milhares de torcedores eufóricos de alegria. E ainda foi vice campeão brasileiro da série C, perdendo o título para o América (MG). 

Em 2011, voltou a ser campeão estadual após superar o Coruripe na final. O time seguia no comando do técnico Vica. 

Outras curiosidades alvi-negras:

Em 2013, foi vice-campeão da Copa do Nordeste.

Em 2002, entrou na história nacional ao eliminar o Palmeiras na primeira fase da Copa do Brasil.

De 2010 a 2013, participou da série B do Campeonato Brasileiro.

Duas temporadas tristes: em 2013 foi a queda para a série C. Em seguida, veio a queda para a série D. 

Didira é considerado uma das maiores revelações do clube em toda sua história. 

Além dele, vários outros atletas surgiram na equipe arapiraquense e hoje disputam as séries A e B do Campeonato Brasilkeiro e outros estão no exterior.

Compartilhe essa notícia
  • whatsapp

Últimas