Portal NN1

Últimas

Chefe do cartório eleitoral esclarece dúvidas sobre a votação Fórum Eleitoral de Arapiraca. Foto: Jânio Barbosa.

Chefe do cartório eleitoral esclarece dúvidas sobre a votação

O chefe do cartório eleitoral da 22a zona eleitoral de Arapiraca, Alberto Alencar, esclareceu dúvidas que aparecem em todo período de votação.

Arapiraca possui 2 zonas eleitorais (22a e 55a) com 141.264 eleitores, distribuídas em 48 locais de votação com 421 seções eleitorais no total. Para esta eleição, as duas zonas eleitorais irão contar com 1.684 mesários.

Para o chefe do cartório “Arapiraca é grande e tem um sistema eleitoral complexo, mas isso é fruto do progresso da nossa cidade que tende a aumentar a cada dia o número de eleitores. O nosso trabalho é grande, intenso, planejado e programado. Estamos esperando que tudo ocorra dentro da normalidade”.

Programação das urnas

Há 3 eleições, as urnas estão sendo preparadas em Maceió no galpão do TER junto ao Fórum Eleitoral. Nesta quarta-feira (26/09), serão programadas as urnas da 22a zona e na quinta-feira (27/09) as da 55a.

Segundo Alberto Alencar, no dia 4 de outubro essas urnas chegarão em Arapiraca pela manhã “para que possamos conferir se não houve nenhum incidente no transporte, para que no sábado, véspera da eleição, as urnas partam para cada local específico de votação”.

Pela 1ª vez, os Correios não farão o transporte das urnas, outra empresa ganhou a licitação, mas a logística é semelhante a que sempre foi aplicada pelo Correio.

Treinamento dos mesários

A novidade desta eleição é a quantidade de pessoas novatas como mesários. Os veteranos que já haviam trabalhado por 4 eleições, foram retirados do processo. “Teremos mais novatos do que veteranos, pois tínhamos muitos mesários que vinham de várias eleições trabalhadas, e a maioria já está cansada, com a carga horária já grande”, explicou Alberto.

Todos os mesários foram treinados e para o chefe do cartório, “A turma é bastante jovem, com conhecimento, sobretudo, nessa área de informática, o que deixa o trato às urnas mais tranquilo”.

Fiscais no local de votação

A norma permanece a mesma, cada coligação pode disponibilizar até 2 fiscais no local de votação, ficando 1 dentro da sala e outro do lado de fora. Não pode haver uma vestimenta padronizada, a única coisa que eles podem utilizar é um crachá de acordo com as exigências eleitorais que indicam para qual coligação ele está trabalhando.

Sujeira de santinhos na véspera das eleições

O derrame de propaganda eleitoral que alguns candidatos “tem esse triste hábito de praticar na madrugada que antecede a eleição, pode ter como penalidade a aplicação de multa e também configura crime eleitoral e o candidato pode ser punido, até porque é de fácil constatação a demonstração desse crime”, afirma Alberto Alencar.

Cola no dia da eleição

A legislação permite que a pessoa leve os números de seus candidatos, inclusive é uma recomendação do chefe do cartório. “Não só pode como deve levar a cola, essa eleição são 6 votos, e é importante que leva a cola, para não dar um branco e esquecer algum número”.

Em relação ao uso de celular, a orientação que foi passada para os mesários é a de que a urna só será liberada para aquele eleitor, a partir do momento que ele deixe o seu celular na mesa sob supervisão dos mesários.

“Essa recomendação tem o intuito de proteger a quebra de sigilo do eleitor, porque muitas vêzes candidatos mal intencionados pedem para que o eleitor registre seus votos através de foto ou de vídeo, justamente para dar alguma compensação posterior, o qual todos sabem que isso se configura em crime eleitoral”, completou Alberto.

 

Da redação com reportagem de Jânio Barbosa

Compartilhe essa notícia
  • whatsapp

Últimas