Portal NN1

Últimas

“Escola de Tempo Integral tem fila, e não existe fila para o que não presta”, diz governador sobre educação estadual Governador concedeu entrevista a NN (Foto: Taisa Bibi)

“Escola de Tempo Integral tem fila, e não existe fila para o que não presta”, diz governador sobre educação estadual

Em entrevista concedida ao programa NN Entrevista, na manhã desta terça-feira (02/10), o governador Renan Filho (MDB) defendeu a educação pública estadual que, recentemente melhorou no ranking nacional do Índice Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). O estado de Alagoas saltou da 27ª para a 16ª posição no ensino médio que é de competência do governo do estado, mas melhorou também no ensino fundamental.

“Luciano pegou as escolas do nosso estado e saímos da 27ª colocação para a 16ª. Isso mostrou que dá pra crescer, e dá pra chegar em 5º no próximo governo. Claro que tem o que ajustar, imagina como estava. Arrumamos escolas e temos os melhores índices do IDEB, hoje temos pequenas escolas aprovando alunos em medicina, a exemplo de uma escola de Coité do Nóia. A educação reflete na produtividade, reduz a violência e melhora a qualidade de vida. As Escolas de Tempo Integral são a prova disso. As nossas escolas têm fila, e não existe fila para o que não presta”, completou.

O governador respondeu a crítica do candidato do PSOL, Basile Christopoulos, que afirmou que o governo faz obras para aparecer, mas que isso não é a realidade. “Nosso governo tem resultados, único estado que continuou reduzindo a mortalidade infantil, enquanto aumentou no resto do país. O Hospital Geral é lotado porque há 50 anos não se construía hospitais, Arapiraca tinha 7 leitos de UTI, hoje são 41, sendo 21 no HE e mais 20 contratadas pelo estado no Hospital Chama”, respondeu Renan Filho.

O candidato disse ainda que “Não podemos improvisar e nem dar solução de quem não conhece Alagoas. Vamos concluir os hospitais e teremos sim concurso público. Não foram só prédios, crescemos os nossos números. As construções das Cisps resultaram na redução da violência. Também construímos na educação, as escolas em Arapiraca estavam caindo aos pedações. Crescemos o Ideb. Quem falou isso falta experiência. As obras trazem resultados”, completou o governador.

Renan Filho anunciou que se eleito, haverá concursos periódicos na educação e segurança. “Todo ano, teremos concurso para polícia e educação”. Já para a saúde, ele acredita que nem sempre o concurso é a melhor solução. “Na saúde nem sempre o melhor modelo é fazer concurso, temos que nos apoiar no privado, nas instituições filantrópicas. O Hospital Regional é filantrópico, paga menos imposto e reduz custo para o estado. O Chama é privado e tem 20 UTIs pagas pelo governo. Tem um custo melhor para o estado. O povo quer é o melhor serviço, e não saber se a pessoa que está atendendo é contratada ou concursada”, completou.

O governador finalizou sua entrevista falando dos projetos para o sertão do estado. “Temos que estabelecer a convivência com a seca, sempre vai ter seca, não se acaba a seca. Para isso vamos avançar com o canal do sertão, que no início do governo estava com 45km e hoje está com 115km, e isso me orgulha muito, porque nessa crise, foi a maior obra hídrica do Nordeste”, falou Renan Filho. “Levando água, melhorando educação, saúde e infraestrutura rodoviária. Estou estruturado e preparado para fazer um melhor governo, nesse segundo mandato”, finalizou.

Com a entrevista do governador, a rádio Novo Nordeste e o portal NN1 entrevistaram todos os candidatos ao governo, vice-governadores e senado. A cobertura da rádio e do portal não param por aí: no próximo domingo (07/10), dia do 1º turno das eleições, o SICONN (Sistema Integrado de Comunicação Novo Nordeste) irá realizar uma cobertura especial a partir das 7h da manhã com repórteres nas ruas e todo o time do jornalismo com as informações em tempo real, até a proclamação dos resultados finais. A cobertura acontece em rede entre as rádios Novo Nordeste FM, Imprima FM Arapiraca e Imprima FM Teotônio Vilela.

 

Da redação

Compartilhe essa notícia
  • whatsapp

Últimas