Portal NN1

Últimas

Governador afirma que material irregular não estava sendo utilizado Foto: Everton Luís

Governador afirma que material irregular não estava sendo utilizado

O governador Renan Filho se posicionou sobre a operação policial em seu comitê de campanha realizada na tarde de ontem. Na ocasião, a Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão emitidos pelo juiz eleitoral da 22ª zona, Dr. Giovanni Jatubá, e recolheu santinhos contendo propaganda irregular do ex-presidente Lula que teve sua candidatura indeferida pelo TSE em agosto.

Por meio de sua assessoria, Renan Filho reconheceu que existia o material no comitê, mas que ele estava guardado em outro ambiente, fechado e inacessível aos frequentadores do local. A assessoria informou também que este material não estava sendo utilizado na campanha eleitoral.

Já o candidato a deputado estadual Genivaldo da FETAG (PT) informou ao NN1 que o material de campanha recolhido pela polícia no endereço residencial do presidente do PT e na sede municipal do partido foi devidamente analisado pela polícia e devolvido, por não conter nenhum indício de irregularidade. Genivaldo afirmou que o material com a imagem de Lula é antigo e que já foi recolhido e descartado pela campanha.

Durante a apreensão na sede do comitê da coligação do governador Renan Filho, além dos santinhos com a foto do ex-presidente Lula como candidato – o que foi proibido após a impugnação da sua candidatura – a Polícia Civil recolheu também santinhos do candidato ao governo que foram encaminhados para a Central de Polícia.

 

Da redação

Compartilhe essa notícia
  • whatsapp

Últimas