Portal NN1

Últimas

Inscrições abertas para minicurso gratuito de Literatura de Cordel Foto: Reprodução internet.

Inscrições abertas para minicurso gratuito de Literatura de Cordel

Nos dias 22, 23, 25 e 29 de outubro e 1 de novembro, Arapiraca recebe o minicurso de Literatura de Cordel. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas online até dia 15 de outubro. O curso é promovido pelo Sesc Arapiraca.

Intitulado “Minicurso de Confecção e História de Cordel”, será ministrado por Daniel Alves. O professor usa o pseudônimo de Zé de Quinô que pode ser lido em cordéis espalhados pelas bancas de revista da cidade. Daniel Alves é professor e mestrando em História, um profundo pesquisador das relações étnico-raciais com ênfase no Agreste alagoano, na Cultura Popular, Análise de Discurso, Cultura, Memória e Identidades.

Segundo o ‘Zé de Quinô’, a literatura de cordel é uma das nossas mais importantes expressões da cultura popular. “Caracterizada por uma poética com base na oralidade, ao longo de seu desenvolvimento na nossa região, o cordel contribuiu na construção identitária do povo nordestino. É composto de pequenos livros de valor acessível, os quais são impressos em papel de baixo valor comercial e expostos à venda dependurados em barbantes presos por pregadores de roupas nas feiras livres. E grande parte de suas capas trazem ilustrações em xilogravura. Sua forma é rigorosamente baseada em rimas e versos, o que facilita sua memorização e assimilação pelas populações subalternizadas. Suas temáticas são variadas, perpassando por temas fantásticos, sociais, cômicos, trágicos, políticos e culturais. Já o seu valor histórico, inestimável, pois pode servir de fonte para a historiografia, na medida em que se considerem seus produtores verdadeiros cronistas de seu tempo”, pontua ele.

A literatura de cordel foi declarada como “Patrimônio Cultural do Brasil” pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).  O estilo literário é um dos mais conhecidos no Nordeste brasileiro, aliando rimas ricas com o contexto pobre de seu povo, o que dá uma equação cheia de sofrimento, mas transposta para o papel com muita criatividade e, paradoxalmente, bom humor.

O evento acontece sempre das 18 às 22h na Biblioteca do Sesc Arapiraca que fica situada na rua Manoel Francisco Cazuza, bairro Santa Edwiges.

Ao final do minicurso, os participantes serão capazes de fazerem seus próprios livretos e suas próprias histórias.

Para se inscrever clique aqui.

 

Da redação com assessoria

Compartilhe essa notícia
  • whatsapp

Últimas