Portal NN1

Últimas

Interrupções em entrevista de Haddad ao JN dividem opiniões de internautas Haddad foi sabatinado pelo Jornal Nacional (Reprodução)

Interrupções em entrevista de Haddad ao JN dividem opiniões de internautas

Após ser oficializado como candidato do PT à presidência da república, Fernando Haddad foi convidado e esteve na noite desta sexta-feira (14/09) na bancada do Jornal Nacional, para falar sobre suas propostas e projetos para o Brasil. No entanto, o presidenciável não teve muitas oportunidades de desenvolver seu raciocínio nas respostas, devido à postura agressiva dos apresentadores William Bonner e Renata Vasconcelos.

A postura da bancada do JN na rodada de entrevistas com os presidenciáveis tem levantado muitas discussões e polêmica nas redes sociais e rodas de conversa. Desde o primeiro entrevistado, a orientação da Central Globo de Jornalismo é ser incisivo com o candidato, interrompendo e até contestando números e estatísticas apresentados pelos candidatos. Uma estratégia que tem dividido os espectadores do jornal.

Para uma parte dos eleitores, o jornal tem sido agressivo em excesso com os candidatos, em alguns episódios tem sido até deselegante. Para outros, os apresentadores estão representando uma revolta que se vê na maioria das ruas brasileiras, com a descrença do eleitorado quanto a sucessão presidencial. O NN1 ouviu alguns internautas, que colocaram suas impressões sobre a entrevista de Haddad e as anteriores.

Sob a condição do anonimato, o eleitor que o NN1 chama de A achou absurdo o excesso de interrupções que o candidato Fernando Haddad sofreu durante a entrevista. “Não foi possível desenvolver um único raciocínio. Foi deselegante e até mal educado”, afirmou o eleitor, que afirma não ser filiado a nenhum partido político, mas em suas redes sociais tem mostrado preferências por candidatos do PT nas últimas eleições.

Também sob condição de não se identificar, o eleitor G, simpatizante do candidato Jair Bolsonaro e filiado ao PSDB, tem opinião parecida com a do eleitor A. “Os apresentadores pegaram muito pesado com Haddad. Foi exagerado. O candidato foi muito atacado, mas mostrou que é preparado”, disse G.

Dos pouco mais de 27 minutos da entrevista, Haddad teve pouco mais de 16 minutos em que pôde falar sem interrupções. Houve ainda 62 interrupções dos apresentadores. A Central Globo de Jornalismo não se manifestou sobre as reações aos modos de Bonner e Renata.

Da redação, Luciano Amorim

 

Confira aqui a entrevista do candidato Fernando Haddad ao Jornal Nacional:

Compartilhe essa notícia
  • whatsapp

Últimas