Portal NN1

Últimas

PT recorre ao TSE para que emissoras dêem mesmo tempo de entrevista concedido a Bolsonaro Crédito: reprodução internet

PT recorre ao TSE para que emissoras dêem mesmo tempo de entrevista concedido a Bolsonaro

A coligação “O Povo Feliz de Novo” (PT/ PCdoB/PROS) entrou neste sábado (29/09) com uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que a TV Bandeirantes e a rádio Jovem PAN concedam espaço para uma entrevista com o candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad.

Ao TSE, a coligação pede “igualdade de oportunidade” depois que os dois veículos de imprensa transmitiram nesta semana entrevistas com o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro.

O objetivo da representação é fazer com que a Bandeirantes a Jovem PAN entrevistem Haddad nos próximos dias, antes da realização do primeiro turno, marcado para o dia 7 de outubro.

Segundo a coligação, Bolsonaro teve direito a cerca de 26 minutos na rádio Jovem PAN e a 46 minutos de entrevista com o apresentador José Luiz Datena, na Band, totalizando “uma hora de entrevista em sinal aberto”.

“Ou seja, é claro privilégio dispendido ao candidato Jair Bolsonaro pelas emissoras representadas, criando uma profunda desproporcionalidade no pleito que se aproxima”, alega a coligação.

Os advogados da coligação encabeçada por Haddad ainda argumentam que, durante as entrevistas, Bolsonaro proferiu “diversas ofensas ao Partido dos Trabalhadores”, “além de promover diversas alusões que chegam a responsabilizar esta agremiação pelo atentado por ele promovido”.

“Portanto, a partir destas duas vertentes, é evidente que as entrevistas promovidas pelas representadas (Band e Jovem PAN) configuram tratamento privilegiado, o que deve ser imediatamente reparado por este Tribunal Superior Eleitoral”, sustenta a coligação “O Povo Feliz de Novo”.

Da redação, com Estadão

Compartilhe essa notícia
  • whatsapp

Últimas