Portal NN1

Últimas

‘Selfies’ causam mais de 250 mortes no mundo desde 2011 Foto: Reprodução internet.

‘Selfies’ causam mais de 250 mortes no mundo desde 2011

De acordo com um estudo publicado no Journal of Family Medicine and Primary Care, morreram 259 pessoas por tirarem selfies entre outubro de 2011 e novembro de 2017. O estudo é o do All India Institute of Medical Sciences.

Os motivos das mortes são as tentativas de fazer a “melhor foto”, mesmo que seja em uma situação de perigo. Mortes por quedas de penhascos e afogamentos foram apontadas na pesquisa.

A maior parte das mortes ocorreu na Índia com 159 vítimas, seguida de Rússia, Estados Unidos e Paquistão.

Apesar das mulheres tirarem mais selfies, a pesquisa mostrou que a maioria das vítimas foram homens, cerca de 72%, com idade inferior a 30 anos. Para o estudo, são os homens que correm mais riscos para captarem uma fotografia, como ficar à beira de um abismo.

A principal causa de mortes na tentativa de conseguir selfies é o afogamento. Geralmente, as vítimas são arrastadas pela força da água em praias ou caem de um barco.

A 2ª maior causa é descrita como "transporte" e refere-se a pessoas mortas, por exemplo, enquanto tiravam uma fotografia em frente a um comboio em movimento.

Em 3º estão as selfies em incêndios e as quedas a partir de lugares altos. 8 pessoas morreram ainda ao tirarem selfies com animais perigosos.

Os Estados Unidos lideram o número de mortes devido a selfies envolvendo armas de fogo. Pessoas disparam, acidentalmente, contra si mesmo, enquanto posa pra fotos com as armas.

Ainda de acordo com o estudo, as selfies são pouco referidas nas certidões de óbito. Por exemplo, quando alguém decide posar para uma selfie ao volante de um carro e acaba morrendo, a causa da morte é descrita como acidente de automóvel.

 

Da redação com Diário de Notícias

Compartilhe essa notícia
  • whatsapp

Últimas