domingo, 3 julho, 2022
InícioAlagoasAdolescente é assassinada no povoado Mutuns em Teotônio Vilela

Adolescente é assassinada no povoado Mutuns em Teotônio Vilela

Alessandra Araújo estudava na mesma escola que o agressor, na cidade de Junqueiro; ela estava quase chegando em casa, após desdecer do ônibus escolar, no povoa Mutuns, em Teotônio Vilela, quando foi atacada por ele.

Uma adolescente foi brutalmente assassinada na noite desta quarta-feira (22/06), ao voltar da escola, no povoado Mutuns, em Teotônio Vilela, na zona da mata alagoana.

Segundo as primeiras informações, a vítima, identificada como Alessandra Araújo, 15 anos, apesar de residir na zona rural de Teotônio Vilela, no Povoado Mutuns, estudava na rede Estadual de ensino de Junqueiro, no agreste alagoano.

Informações dão conta de que agressor e vítima estudavam juntos na  escola Padre Aurélio Góes. Apesar de morar na cidade de Junqueiro, com uma tia, o acusado, identificado como J. S. conhecido como Gui, 17 anos, estava no mesmo ônibus no qual a vítima voltava para casa.

Familiares disseram que devido a má qualidade da estrada, por conta das chuvas recentes, o ônibus escolar tem atrasado o horário de chegada no Povoado, por volta das 19 horas.

Segundo um parente da vítima, o ponto do transporte escolar fica um pouco distante de onde Alessandra morava, e que por isso, ao chegar no povoado, ela sempre vinha para casa na companhia de um primo, que mora na mesma rua.

“Ela desceu com esse primo nosso, só que hoje, ele ficou na casa da avó, que fica um pouco antes de onde ela morava. Aí, ela estava quase chegando em casa quando ele fez isso com ela”, disse um familiar

O agressor atingiu Alessandra no peito, nas costas e no pescoço. Ela chegou a ser socorrida até o hospital da cidade de Junqueiro, mas não resistiu aos ferimentos, e veio a óbito na unidade de saúde.

Alessandra Araújo | Foto: Instagram

Feminicídio

Familiares contaram ao NN1 que J. S. era obcecado por Alessandra desde 2018. A jovem, no entanto, já havia afastado qualquer possibilidade de um relacionamento com ele.

Alessandra, segundo a família, era uma jovem focada nos estudos, e não pensava em namorar com o rapaz, pois queria se dedicar a estudar.

O acusado morava com uma tia na cidade de Junqueiro. Às vezes ele vinha para a casa da avó, que residia no mesmo povoado em que morava Alessandra, no Mutuns, em Teotônio Vilela, e a acompanhava até a residência da jovem.

Segundo informações, depois de atacar a jovem, uma moto que não teve modelo, placa nem cor anotadas deu cobertura para a fuga do acusado. Guarda Municipal, Polícia Civil e Militar de Junqueiro fizeram buscas pela região, mas até o fechamento desta matéria o suspeito não tinha sido encontrado.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS