22.1 C
Arapiraca
Terça-feira, 21 Maio, 2024

Brasil dá show, goleia Coreia do Sul e vai para as quartas contra a Croácia

A seleção brasileira não tomou conhecimento da Coreia do Sul e aplicou uma sonora goleada por 4 a 1, nesta segunda-feira, 5, no Estádio 974, pelas oitavas de final da Copa do Mundo 2022. Ao contrário das três últimas partidas, quando passou em branco no primeiro tempo, o Brasil construiu o resultado bem cedo e não deu a menor chance para os sul-coreanos.

Apenas nos 45 minutos iniciais, Vinicius Júnior, Neymar, Richarlison e Lucas Paquetá balançaram as redes dos asiáticos. Na etapa final, a Amarelinha ainda criou outras oportunidades com Raphinha, não ampliou por falta de capricho e acabou levando um golaço de Paik Seung-Ho. Com o resultado, a equipe verde e amarela se classifica para as quartas de final e segue viva em busca do hexacampeonato. O adversário da próxima fase será a Croácia, responsável por eliminar o Japão nos pênaltis. O jogo está marcado para esta sexta-feira, 9, às 12 horas (de Brasília), no Estádio Cidade da Educação.

O Brasil tratou de encaminhar a classificação muito cedo. Com apenas 6 minutos de bola rolando, Raphinha partiu para cima da marcação, levou para a linha de fundo e cruzou rasteiro para Vinicius Júnior. Demonstrando frieza, o atacante bateu no alto, sem chances de defesa para Kim Seung-Gyu. Pressionada, a seleção sul-coreana não conseguiu encaixar a marcação e ainda facilitou a vida da Canarinho. Ao tentar afastar a bola dentro da área, Jung Woo-Young chutou o pé de Richarlison, cometendo penalidade, aos 12 minutos.

Em sua tradicional batida, Neymar apenas deslocou o goleiro e rolou para o fundo da rede. Sem outra alternativa, os asiáticos se lançaram ao ataque e chegaram a assustar com Hwang Hee-Chan, com uma bomba de fora da área – Alisson precisou espalmar para evitar um golaço. Apesar do susto, a Amarelinha continuou tomando conta da partida e ampliou com um lindo gol coletivo ainda aos 28 minutos. Em troca de passes de Casemiro, Marquinhos e Thiago Silva, o centroavante Richarlison recebeu dentro da área e só cumprimentou para as redes – na comemoração, até Tite fez a “Dança do Pombo”.

Sete minutos depois, Lucas Paquetá transformou a vitória em goleada ao receber bela assistência de Vini Júnior e emendar para as redes. Atordoada, a Coreia do Sul não conseguiu encontrar forças para reagir e desceu para o vestiário “agradecendo” por não sofrer uma derrota com um placar mais elástico.

A Coreia do Sul voltou mais ligada e quase descontou no primeiro minuto da etapa complementar. Em cochilo de Marquinhos, Son ficou com a bola, saiu na frente de Alisson e chutou firme, mas viu o goleiro brasileiro desviar para escanteio. A seleção brasileira, porém, rapidamente contornou a situação, controlando a posse de bola e evitando novas investidas sul-coreanas. Mais do que isso, a Amarelinha continuou “batendo” na rival em busca do quinto gol. Muito participativo, Raphinha também tentou deixar sua marca, mas pecou na falta de pontaria e no goleiro Kim Seung-Gyu.

Com a vaga já assegurada, o técnico Tite passou a promover alterações, tirando Éder Militão de campo e colocando Daniel Alves. Depois, Danilo e Vinicius Júnior saíram para as entradas de Bremer e Gabriel Martinelli. As substituições fizeram com que a Canarinho diminuísse o ritmo e desse espaço. Em um deles, Alisson fez uma excelente intervenção em batida à queima-roupa de Hwang. Aos 30 minutos, no entanto, o goleiro não conseguiu impedir uma porrada de Paik Seung-Ho encontrar as redes – o volante soltou uma bomba da intermediária e contou com desvio de Thiago Silva para marcar. No fim, Weverton e Rodrygo entraram nas vagas de Alisson e Neymar. Já em ritmo de treino, Daniel Alves ainda quase anotou um gol de placa, emendando um voleio que parou na marcação.