17/04/2019 às 16h44min - Atualizada em 17/04/2019 às 16h44min

​INCÊNDIO DA NOTRE DAME ... E A Inusitada Subida do Corcunda!

Victor Hugo levou o Corcunda à torre novamente, para sagrar seu belo amor em Deus

Erik Bispo
Getty Images
Uma igreja com 500 toneladas de madeira resiste a duas guerras mundiais.
Essa igreja é um lendário ponto turístico francês, com seu aspecto gótico e lounge ao mesmo tempo...

Meu alter-ego diria, “Falando de arte em Economia? Erik Bispo?”.

Sim! E falando dos aspectos Inusitados da economia diante dessa tragédia artístico-turística!

Sabem por que?
Porque o clássico livro “O Corcunda de Notre Dame” aumentou em dez vezes as suas vendas.

Ele que causou, em sua primeira edição, a primeira reestruturação da catedral, está chamando a sua recuperação agora.
Victor Hugo levou o Corcunda à torre novamente, para sagrar seu belo amor em Deus, pois só ele para fazê-lo imediatamente belo!

Os países desenvolvidos e economicamente culturais são capazes de peripécias mercantis inesperadas!
O sonho do homem moderno por um mundo paralelo e cheio de magia é como seu próprio respirar nessa sociedade fragmentada, principalmente nas tragédias!

As editoras mudaram seus planos para renderem-se a “Quasímodo”!

A corcunda do personagem, em seu meio, é a escala de alta da economia literária!

Coisas de números que magnificam letras!

Até o próximo texto!
Relacionadas »
Comentários »