11/09/2019 às 22h58min - Atualizada em 11/09/2019 às 22h58min

Censura?

Na Bienal do livro desse ano no Rio de Janeiro, aconteceu uma tentativa de censura

César de Aquino

Reprodução Internet
Infelizmente esse tema tem que ser abordado, por que vai interferir diretamente com essa coluna em especial, por ter se tratado de um quadrinho.

O que aconteceu foi que na Bienal do livro no Rio de Janeiro, nesse dia 5 de setembro, uma hq dos vingadores chamou a atenção por conta de um quadro com um beijo gay. Por conta desse quadro o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, quis barrar a venda da hq em questão, e enviou no dia 6 (06/09) funcionários da prefeitura para recolher a revista, felizmente a tal hq já tinha sido vendido todos seus exemplares. A alegação do prefeito foi que essa hq tinha conteúdo pornográfico impróprio para menores, sendo que isso não existiu.

Será que a gente vai permitir que absurdos como este aconteçam? Não vamos esquecer que liberdade de expressão é um direito de todos, garantido pela Constituição brasileira, e que sabemos que isso não pode acontecer em um país democrático.

A revista dos "Vingadores - A cruzada das crianças", nunca foi uma leitura para um público infantil, as pessoas têm que parar de pensar que revista em quadrinho são "coisas de criança". Não existe também essa ideia de que hqs não tem nada a ver com política, porque desde que foi criada a Marvel e DC comics que seus personagens inspiram protestos sociais, e personagens gays já existem desde os anos 50 tanto na Marvel como na DC e outras editoras.

Nos anos 60 os Mutantes foram criados como uma ideia de protesto contra o preconceito racial e todos os preconceitos, o Pantera Negra foi criado na época de segregação racial nos Estados Unidos, e tantos outros personagens que surgiram como um meio de expressar essa indignação pelo extremismo, a barbárie e falta de amor dos homens. Então fiquem atentos não deixe que tirem sua liberdade. Não podemos esquecer que histórias em quadrinhos são manifestações artísticas sociais. E isso nunca vai mudar.

Relacionadas »
Comentários »