30/01/2020 às 20h27min - Atualizada em 30/01/2020 às 20h27min

Titãs, segunda temporada

Baseada na saga contrato de judas

César de Aquino
Reprodução Internet
A segunda temporada de titãs trouxe algumas coisas bem legais e poucas não tão legais. Apesar do primeiro episódio ser meio mal escrito e com efeitos especiais horríveis (talvez a coisa mais negativa dessa temporada), no final deu tudo certo, a temporada é boa.
 
A maneira fácil e sem muita explicação que o poderoso demônio Trigon, o pai da Ravena, foi derrotado e deixado totalmente de lado no resto da temporada é meio esquisito por que ele é um dos maiores inimigos dos titãs, mas os pontos positivos são muitos. A segunda temporada tem algumas referências diretas com a histórias dos titãs nos quadrinhos principalmente o arco contrato de judas.
 
Muita coisa foi tirada daí, de uma maneira diferente, é claro, mas não faltaram referencias. A forma que eles abordaram o Exterminador por exemplo, e que versão é essa do personagem, ficou muito boa, não podemos esquecer que o Exterminador já derrotou toda a Liga da Justiça.
 
O uniforme dele ficou show de bola, inclusive, não só o dele, o do Asa Noturna ficou dez, uma pena que ele só usa no último episódio da temporada.
 
A melhor coisa da série aqui com certeza é o Superboy, ficou totalmente fiel aos quadrinhos e a série animada da Liga da Justiça sem limites. Escolheram bem o ator, e por falar nisso, os atores estão mais a vontade em seus papéis na segunda temporada, destaque pra Brenton Thwaites o Asa Noturna, Anna Diop arrasando novamente com sua Estelar e o novato Joshua Orpin com seu Superboy, vale a pena conferir.
 

Nota: 8,0.  
Relacionadas »
Comentários »