19/03/2020 às 16h13min - Atualizada em 19/03/2020 às 16h13min

Educação em tempos de COVID-19

A hora é de união, cuidado e principalmente de respeito às determinações das autoridades médicas e políticas

Thiago Abel Pantaleão
Foto: Reprodução Internet

Vivemos a maior crise global desde a Segunda Guerra Mundial. O covid-19 veio pra mostrar ao mundo o quanto nossas estruturas sociais são frágeis frente as crises graves. 

Os infectados já somam milhares, o número de mortos já beira os dez mil em todo o planeta e a cada notícia veiculada a sensação que fica é que essa pandemia é bem maior que imaginamos. 

Em Arapiraca o cotidiano já começa a ser afetado de modo drástico pelas medidas adotadas pelas autoridades médicas e políticas e também pela preocupação de parte da população de não ser infectada pelo vírus. Além de todas as preocupações sanitárias as atividades diárias e o aparato econômico da cidade têm causado forte preocupação em todo o país. 

Na educação, os impactos do covid-19 vão desde a rotina dos estudantes até a preocupação com a manutenção dos custos financeiros dos empresários que trabalham direta ou indiretamente com os serviços educacionais. Lusineide Almeida é diretora do Colégio Santa Esmeralda, escola particular que conta hoje com mais de 800 alunos, um quadro de 70 colaboradores diretos e mais de 30 indiretos, viu na decisão de suspender as aulas nessa etapa de prevenção em relação aos vírus uma medida necessária, porém, preocupante. Segundo Lusineide, existe toda uma rede de trabalho que depende da escola pra funcionar, “não é só o meu colaborador”, disse ela. Esses profissionais que prestam serviço viverão dias difíceis nesse período. 

Já para os estudantes, a preocupação é também com os prazos e acúmulo de material pra ser revisado. Geovana Souza concluiu o ensino médio em 2019, mas, segue com uma rotina rígida de estudos: “Tenho um cronograma de segunda a domingo, faço isoladas e essa semana todas elas anunciaram a suspensão das atividades, sei que é uma medida necessária pra nossa saúde e temo pelo impacto que isso vai causar no sistema como um todo, as datas referentes ao Enem e vestibulares provavelmente serão revistas e isso nos causa um grande receio em relação aos projetos futuros, estou revisando os assuntos dados em sala e também utilizando algumas plataformas virtuais que liberam gratuitamente acessos, é um momento difícil mas que juntos passaremos”, avaliou a estudante. 

O que esperar para os próximos dias? A tendência é uma piora na situação atual do país. Não se trata de alarmismo ou histeria, é ciência e matemática, com o crescimento do número de casos é possível prever os danos que o covid-19 ainda vai nos causar. A hora é de união, cuidado e principalmente de respeito às determinações das autoridades médicas e políticas. Essa crise vai passar, nós sobreviveremos e precisamos estar bem para nos recuperarmos de nossas perdas, sejam elas quais forem. 

Relacionadas »
Comentários »