22.6 C
Arapiraca
Segunda-feira, 22 Abril, 2024

Cuba pede ajuda à ONU por escassez de leite a menores de 7 anos no país

O governo de Cuba solicitou ajuda ao Programa Mundial de Alimentos (PMA), um dos braços da ONU, pela primeira vez. O país tem enfrentado dificuldades para continuar entregando leite a crianças menores de sete anos. Um comunicado oficial de governo cubano foi enviado ao PMA, que já está agilizando o envio de leite em pó para o país.

“Confirmamos que o PMA recebeu uma comunicação oficial do governo (cubano) solicitando apoio para continuar a entrega mensal de 1 quilo de leite para crianças menores de 7 anos em todo o país”, disse em comunicado a delegação local do PMA. A ONU destaca que este impedido é de extrema importância, pois o país está tendo um impacto significativo na segurança alimentar e nutriconal da população em meio a uma profunda crise econômica.

Contudo, o governo de Cuba não havia divulgado publicamente o pedido, apesar de estar falando sobre o problema há semanas. O leite tem sido um produto escasso no país há alguns anos e o problema tem afetado, principalmente, crianças de até 7 anos de idade e pessoas com dietas especiais. O Ministério do Comércio Exterior e Investimento Estrangeiro (Mincex) cubano enviou uma carta à gerência executiva do PMA em Roma no final do ano passado.

Após essa carta, o PMA indicou que neste mês conseguiu entregar 144 toneladas métricas de leite em pó desnatado, beneficiando quase 48 mil crianças entre 7 meses e 3 anos de idade em Pinar del Río e Havana. Isso representa apenas 6% das crianças às quais o governo pretende entregar o leite. Diante dessas dificuldades, é possível encontrar leite líquido e em pó em Cuba em algumas das incipientes empresas do setor privado do país, mas a preços inacessíveis para a grande maioria dos cubanos.

*Com informações da AFP

Fonte: Jovem Pan