domingo, 14 agosto, 2022
HomeBrasilFiocruz começa envase da vacina Oxford/AstraZeneca nesta sexta-feira (12/02)

Fiocruz começa envase da vacina Oxford/AstraZeneca nesta sexta-feira (12/02)

A fabricação foi finalizada com insumos vindos da China que chegaram ao Rio de Janeiro no último sábado (06/02)

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), por meio do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos), começou a envasar, nesta sexta-feira (12/02), as primeiras doses da vacina Oxford/AstraZeneca contra a Covid-19. A fabricação foi finalizada com insumos vindos da China que chegaram ao Rio de Janeiro no último sábado (06/02).

Nesta primeira etapa serão envasadas, entre hoje e amanhã, 400 mil doses que serão importantes para as próximas fases de validação da vacina, segundo Mauricio Zuma, diretor de Bio-Manguinhos. Caso sejam aprovados, os imunizantes serão distribuídos pelo Programa Nacional de Imunização.

“São dois lotes de teste que vão estabelecer todo o processo de produção daqui em diante. E esse lote, indo tão bem como está indo, nos vamos poder aproveitar esse lote para entrega comercial”, disse Zuma.

De acordo com o cronograma da Fiocruz, esta segunda etapa deve terminar até 17 de fevereiro (17/02). Ela consiste em: envase, recravação (colocação da tampa no frasco), rotulagem, embalagem e o controle de qualidade do produto. Na primeira etapa, que já foi finalizada, ocorreu o descongelamento do Insumo Farmacêutico Ativo (IFA), diluição e adição de uma solução-tampão (que serve para evitar que o pH varie) na mistura.

As primeiras doses produzidas pela Fiocruz precisam passar por um processo de pré-validação interna e liberação do primeiro lote para aprovação Anvisa, que deve ocorrer no dia 18 de fevereiro (18/02).

A Fiocruz afirma que estas primeiras doses da vacina AstraZeneca/Oxford serão entregues ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) no próximo mês. A expectativa é entreguar 1 milhão de doses até 19 de março (19/03). Segundo a instituição, o IFA que deveria ter sido entregue em janeiro pela AstraZeneca será enviado nos próximos meses. Assim, o cronograma de entregar 100,4 milhões de doses até julho de 2021 será mantido.

A partir de abril a Fiocruz passará a produzir o IFA em território nacional. No entanto, por conta de uma série de etapas de validação, segurança e qualidade, as primeiras doses totalmente fabricadas pela fundação no Brasil serão entregues ao PNI a partir de agosto. Serão 110 milhões de doses nacionais entregues até o fim do ano.

Assim que a vacina Oxford/AstraZeneca passar por todas as validações e for aprovada, ela passará a ser produzida pela Fiocruz em larga escala. Inicialmente serão 700 mil doses diárias, com a ampliação para 1,3 milhão a partir de março.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS