sábado, 25 setembro, 2021
InícioAlagoasHemoal tem menos de 50% do estoque de sangue necessário e apela...

Hemoal tem menos de 50% do estoque de sangue necessário e apela por doações

A situação é considerada crítica, porque dos oito tipos sanguíneos existentes, cinco estão deficitários

O Hemocentro de Alagoas (Hemoal) volta a apelar à solidariedade dos alagoanos para atender a demanda transfusional dos hospitais e maternidades. Isso porque, nesta quinta-feira (25/02), o órgão possui apenas 127 bolsas de sangue, o que representa apenas 42,3% do estoque mínimo necessário, que deveria ser de 300 unidades.

A situação é considerada crítica, porque dos oito tipos sanguíneos existentes, cinco estão deficitários. Conforme os dados divulgados pelo Núcleo de Dispensação de Sangue do Hemoal, o estoque possui apenas sete bolsas do tipo B+, 32 do O+ e quatro do A-.

O tipo B- também está em baixa, com apenas uma bolsa disponível. Mas, a situação mais preocupante, diz respeito ao tipo O-, que dispõe de quatro bolsas, o que é considerado baixíssimo, uma vez que, por ser doador universal, ele pode ser transfundido para pacientes de qualquer tipagem.

Cancelamento de cirurgias

Caso a situação do estoque não estabilize até o fim de semana, o Núcleo de Captação de Doadores de Sangue já trabalha com a possibilidade de cancelar a dispensação de hemocomponentes para cirurgias programadas, conhecidas como eletivas. Isso porque, diante de um estoque de sangue tão baixo, a prioridade são os casos de emergência, que se referem as vítimas de acidentes de trânsito e as feridas por armas branca e de fogo, que geralmente sofrem graves hemorragias.

“Como o sangue não se compra em farmácias e não se fabrica artificialmente, somente a solidariedade dos alagoanos pode contribuir para estabilizar o estoque do Hemoal. E nunca é demais lembrar que, muitas vezes, alguém faz uma doação e acaba ajudando um amigo, parente ou até a ele próprio, porque ninguém está livre de adoecer ou sofrer um acidente”, salientou a assistente social do Hemoal, Natasha Souza.

Onde doar

Caso esteja em Maceió, o voluntário pode comparecer à Unidade Trapiche, que funciona de segunda a sexta, das 7h às 18h e, aos sábados, das 8h às 17h. Ainda na capital alagoana, é possível se candidatar à doação sanguínea na Unidade Farol, que funciona no Hospital Veredas, de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h.

Caso esteja no interior do estado, as doações podem ser realizadas na Unidade Arapiraca, localizada no Laboratório Municipal, na Rua Desportista Ernesto Alves Siqueira, no bairro Centro. O órgão funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 17h30.

Critérios para doação

Para doar sangue, os candidatos devem ter peso igual ou superior a 50 quilos, no mínimo 16 anos de idade e estar portando um documento de identificação com foto. Os voluntários devem estar alimentados e usando máscara.

Ainda segundo o Ministério da Saúde (MS), eles não podem ter contraído doença de Chagas, Aids, sífilis e, nos últimos dez anos, hepatite. Com relação às gestantes e lactantes, não é permitida a doação e, para repetir o procedimento, é estipulado um prazo de três meses para as mulheres e dois para os homens.

Covid-19

No caso das pessoas que contraíram a Covid-19, ficam impedidas de doar sangue pelo período de 30 dias, contados após a recuperação. Já os que tiveram contato com pessoas infectadas, só podem doar sangue se não apresentarem sintomas nos 14 dias subsequentes.

Caso o candidato a doação de sangue tenha sido vacinado contra o novo coronavírus com o imunizante CoronaVac, deve ser respeitado um intervalo de 48 horas após cada dose. Se a vacina recebida foi a AstraZeneca, a doação só pode ocorrer após o sétimo dia de recebida a dose.

 

 

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS