quarta-feira, 17 agosto, 2022
HomeGeralIML de Maceió confirma que corpo encontrado no Rio Mundaú é de...

IML de Maceió confirma que corpo encontrado no Rio Mundaú é de jovem morta em Murici

A jovem estava desaparecida desde do dia 17 de maio quando foi morta pelo primo que, após cometer o crime, jogou o corpo dela no rio, esfaqueou o marido de Graciane e depois suicidou-se

O corpo encontrado no domingo (22/05), às margens do Rio Mundaú, em Murici, foi identificado e liberado pelo Instituto de Medina Legal Estácio de Lima (IML de Maceió), na manhã desta terça-feira (24/05). De acordo com o Setor de Identificação Humana do órgão, o cadáver era a jovem vendedora Graciane da Silva, 20 anos.

Segundo a perita odontolegista Ana Paula Nemésio, chefe do Setor de Identificação Humana, a jovem foi identificada através do exame de necropapiloscopia. Ela explicou que foram coletadas as digitais do cadáver e em seguida esse material foi realizada uma busca no banco de dados do arquivo civil do Instituto de identificação da Polícia Cientifica de Alagoas, onde foi localizada a carteira de identidade da vítima.

O corpo da vendedora foi encontrado em estado de putrefação, próximo a ponte do Seridó na zona rural do município que fica na zona da mata de Alagoas. A jovem estava desaparecida desde do dia 17 de maio quando foi morta pelo primo que após cometer o crime jogou o corpo dela no rio, esfaqueou o marido de Graciane e depois suicidou-se.

Com a confirmação do crime, uma força tarefa formada pela Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Grupamento Aéreo da SSP e da população de Murici estavam fazendo buscas pelo corpo da jovem. O laudo com todas as informações serão encaminhadas para a delegacia responsável pelo inquérito policial.

O caso – A morte da jovem Graciane da Silva, 20 anos, seguida da tentativa de homicídio contra o companheiro dela e do suicídio do autor destes crimes, chocou os moradores do município de Murici nessa semana. Os crimes ocorridos na última terça-feira, 17, mobilizaram agentes da Polícia Civil e o caso já está sob investigação. O Corpo de Bombeiros enviou militares para a cidade e desde a quinta-feira (19/05), havia o trabalho de buscas pelo corpo da jovem.

De acordo com informações passadas pelo delegado Igor Diego, o homem identificado como Wagnario Deolindo da Silva, primo de Graciane, teria sido o autor dos crimes contra o casal. Informações passadas às autoridades mostram que ele teria saído com a Graciane em direção ao Rio Mundaú e, momentos depois, teria retornado sujo de lama, aparentemente nervoso, e afirmado que havia feito uma “besteira”. O corpo da mulher teria sido abandonado no rio.

Ainda transtornado, Wagnario teria usado uma faca para golpear o companheiro de Graciane, que dormia na mesma residência. O homem foi resgatado por familiares e vizinhos do suspeito, e deu entrada em unidade de saúde na cidade, onde se recuperou e já recebeu alta médica. Depois da sequência de ataques, Wagnario teria se suicidado por enforcamento.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS