sábado, 25 setembro, 2021
InícioAlagoasInternações de idosos com Covid-19 caem 42% em Alagoas

Internações de idosos com Covid-19 caem 42% em Alagoas

Alagoas tem reduzido o número de pessoas internadas na Rede Pública de Saúde, principalmente de idosos, que já somam 96,34% de vacinados com a primeira dose (D1)

O avanço na campanha de vacinação contra o novo coronavírus em Alagoas tem reduzido o número de pessoas internadas na Rede Pública de Saúde, principalmente de idosos, que já somam 96,34% de vacinados com a primeira dose (D1). Diante deste número expressivo, entre os meses de março e junho houve uma queda de 42% no percentual de pacientes acima dos 60 anos de idade ocupando os leitos clínicos e de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para a Covid-19.

Enquanto em março deste ano foram admitidos 1.395 pacientes idosos em leitos clínicos e de UTI para Covid-19, no último mês de junho foram registrados 809 usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) com mais de 60 anos. Os dados são do sistema Regula Leitos, da Central de Regulação de Leitos de Alagoas, atualizados na terça-feira (13/07).

Essa diminuição de 586 idosos internados, no período de três meses, é um reflexo da imunização contra a Covid-19 na população com 60 anos ou mais. A constatação é do médico e diretor do Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), Marcos Ramalho, que também é secretário executivo de Ações de Saúde de Alagoas.

“A redução na hospitalização de pacientes idosos comprova que as vacinas são realmente eficazes, especialmente naquele grupo de pessoas acima dos 60 anos, que já completou o clico vacinal com as duas doses. Por isso, reforçamos a necessidade de todos tomarem a segunda dose da vacina contra a Covid-19. Somente ela irá garantir a eficácia total do imunizante e reduzir, ainda mais, as internações e complicações causadas pela doença”, ressaltou o médico.

Até a terça-feira (13/07), eram 369.115 pessoas acima dos 60 anos vacinadas com a primeira dose (D1) das vacinas Coronavac, AstraZeneca ou Pfizer. O total de idosos imunizados com a D1, representa 96,34% da estimativa populacional definida pelo Ministério da Saúde (MS), que foi de 383.106 pessoas vivendo em Alagoas com mais de 60 anos de idade.

Já os idosos que concluíram o ciclo vacinal com a segunda dose (D2) ou com a dose única (DU) da Janssen totalizam 309.739 pessoas.

Histórico da vacinação

A campanha de vacinação contra o novo coronavírus em Alagoas foi iniciada em 19 de janeiro deste ano (19/01/21). Os alagoanos com mais de 85 anos de idade fizeram parte dos primeiros grupos prioritários que começaram a ser imunizados e, a partir deles, a faixa etária foi decrescendo, com a chegada de novas doses das vacinas contra a Covid-19.

Segunda dose é essencial

A vacinação tem sido a forma mais eficaz para controlar a disseminação da Covid-19 e a aplicação da primeira dose nos idosos tem se mostrado eficaz, minimizando o risco desse grupo contrair a doença, segundo ressalta Herbert Charles Barros, superintendente de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

“A primeira dose tem sido muito importante no combate à pandemia, mas, precisamos continuar conscientizando os idosos e todas as outras pessoas abaixo dos 60 anos de idade, sobre a necessidade de tomar também a segunda dose, porque é somente com ela que o cidadão estará com o esquema vacinal completo. Por isso, é preciso que os idosos busquem tomar a segunda dose na data que consta na carteira de vacinação. Vale reforçar que é somente com a vacinação que vamos minimizar a ocorrência de formas graves da Covid-19, além de reduzir os óbitos”, afirmou o superintendente.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS