terça-feira, 16 agosto, 2022
HomeArapiracaJá ouviu falar em “cemitério de hemácias”? Especialista explica qual órgão tem...

Já ouviu falar em “cemitério de hemácias”? Especialista explica qual órgão tem essa função – Saúde em Foco

O médico ultrassonografista Dr. Luiz Marcelo explica a importância e as funções do baço  

O Programa Saúde em Foco, transmitido pela Rádio 91.5 FM, nesta quinta-feira (18/02), teve como tema a ultrassom do baço. Para falar sobre o assunto, André Pepes entrevistou o médico ultrassonografista Dr. Luiz Marcelo, da Clínica Diagnósticus.

O baço é um dos órgãos do sistema linfático com a função de defesa do organismo e atua na circulação do sangue. De acordo com o Dr. Luiz Marcelo, o exame indicado para observar o baço é a Ultrassonografia do Abdome Total. “O baço está localizado no abdome, acima do rim esquerdo, abaixo das costelas e tem o tamanho de uma mão fechada”, destaca.

O médico ressalta que o baço produz substâncias de defesa do corpo. “Como ele fica abaixo das costelas, não é possível apalpá-lo. Só conseguimos apalpá-lo se o órgão estiver com o tamanho aumentado, isso é sinal de que pode existir algum problema que precisa ser investigado”, observa.

Segundo o Dr. Luiz Marcelo, o baço é chamado, na comunidade médica, de “cemitério de hemácias”. Isso porque ele é responsável pela eliminação das hemácias envelhecidas. “As hemácias são os glóbulos vermelhos, responsáveis pelo transporte do oxigênio para as células do nosso corpo. Elas são produzidas na medula óssea e têm um tempo estimado de vida de 120 dias. Quando elas envelhecem, precisam ser eliminadas para que novas hemácias sejam produzidas e o baço tem a função de eliminar as hemácias envelhecidas”, explica.

O Dr. Luiz Marcelo é médico ultrassonografista da Clínica Diagnósticus, que está localizada na Rua São Francisco, nº 191, no Centro de Arapiraca.

Para acompanhar o Saúde em Foco ao vivo, acompanhe a 91.5 FM, de segunda a sexta, às 13h. Para ouvir o programa acesse o perfil no Spotify clicando aqui. Acompanhe o programa também nas redes sociais.

Assista à entrevista na íntegra:

Reprodução: Portal NN1

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS