21.2 C
Arapiraca
Quarta-feira, 19 Junho, 2024

Lula conversa com Maduro sobre eleições na Venezuela e defende ‘ampla presença’ de observadores

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), teve uma conversa por telefone com o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, para discutir o processo eleitoral que ocorrerá no país vizinho em 28 de julho. Durante a ligação, Lula reafirmou o apoio do Brasil aos acordos de Barbados e expressou sua esperança de que as sanções contra a Venezuela sejam suspensas.

Os acordos de Barbados, mencionados na conversa, são negociações entre o governo Maduro e setores da oposição, mediadas pela Noruega, no ano passado, com apoio do Brasil e de outros países, que incluem libertação de oposicionistas presos e levantamento parcial de sanções econômicas impostas ao país, especialmente no setor de petróleo, por parte dos Estados Unidos. A Venezuela recentemente cancelou o convite para observadores da União Europeia devido à manutenção das sanções. Além disso, foi mencionado que a oposição venezuelana participará das eleições de julho, com Nicolás Maduro concorrendo ao seu terceiro mandato.

Durante a conversa, Lula agradeceu o apoio da Venezuela à eleição da ministra Sonia Guajajara e demonstrou interesse em fortalecer a colaboração na proteção dos yanomamis. Os presidentes também abordaram o interesse de empresários em investir e realizar comércio com a Venezuela, especialmente nos estados de Roraima e Amazonas. Outro ponto discutido foi a possibilidade de celebrar um Acordo de Cooperação e Facilitação de Investimentos, bem como a renegociação da dívida bilateral entre os dois países. A conversa entre os presidentes demonstra a importância das relações entre Brasil e Venezuela, bem como a busca por parcerias e colaborações que possam beneficiar ambos os países.

*Reportagem produzida com auxílio de IA

Fonte: Jovem Pan