sexta-feira, 12 agosto, 2022
HomeArapiracaMédico fala sobre as prioridades do plano de imunização contra a Covid-19...

Médico fala sobre as prioridades do plano de imunização contra a Covid-19 – Saúde em Foco

Para o Dr. Karlisson Valeriano, toda a infraestrutura para a imunização da população tem de ser medida, avaliada e organizada para que a prioridade seja sistemática

O Programa Saúde em Foco, transmitido pela Rádio 91.5 FM, nesta segunda-feira (08/02), teve como tema as prioridades da vacinação contra a Covid-19. Para falar sobre o assunto, André Pepes entrevistou o médico clínico geral, epidemiologista e homeopata Dr. Karlisson Valeriano.

No Plano Nacional de vacinação contra a Covid-19, os profissionais da saúde e os idosos já estão sendo vacinados em todo o país porque fazem parte dos grupos prioritários. Assim como a população indígena também está sendo vacinada nesta primeira fase do plano de imunização.

De acordo com o Dr. Karlisson Valeriano, as prioridades na Saúde Pública devem respeitar à Constituição Federal. Segundo ele, para o entendimento de prioridade, nós precisamos voltar aos princípios do SUS (Sistema Único de Saúde). “Os princípios do SUS são Universalidade, Equidade e Integralidade. Ou seja, nós temos que ter vacina para todo mundo, temos que ter vacina prioritariamente para os que mais precisam e precisamos ter um quantitativo integral de vacinas”, ressalta o médico.

Ele observa que é fundamental entender que o serviço privado de saúde também é parte do SUS, isso porque a Constituição Federal faculta a Saúde à iniciativa privada. “A gente não ver a presença de organização para o cadastro de profissionais da saúde que atuam na iniciativa privada para vacinação. Essas questões são fundamentais para serem vistas em um plano de imunização e é preciso observar as peculiaridades de cada cidade”, reclama Dr. Karlisson Valeriano.

Para o especialista, é preciso que o plano de imunização seja realizado com trabalho, competência e transparência. “Toda a infraestrutura para a imunização da população tem de ser medida, avaliada e organizada para que a prioridade seja sistemática”, aponta o médico especialista.

Para acompanhar o Saúde em Foco ao vivo, acompanhe a 91 FM, de segunda a sexta, às 13h. Para ouvir o programa acesse o perfil no Spotify clicando aqui. Acompanhe o programa também nas redes sociais.

Assista à entrevista completa:

Reprodução: Portal NN1

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS