08/09/2019 às 17h02min - Atualizada em 08/09/2019 às 17h02min

Na volta dos Amigos, Zezé tieta Xororó por ingresso e Leonardo corneta PSG

O registro vai ao ar no dia 18 de dezembro na TV Globo

Da redação - Com UOL
Foto: reprodução internet
Há 20 anos, cerca de 200 mil pessoas pagaram ingresso para ver a gravação do especial "Amigos", feito em duas apresentações, no interior de São Paulo.

Neste fim de semana, sucessos como "Evidências", "Pense em Mim" e "É o Amor" foram relembrados na gravação do especial "Amigos: a história continua", que reuniu Chitãozinho e Xororó, Leonardo e Zezé di Camargo e Luciano mais uma vez no mesmo palco, desta vez no Allianz Parque, em São Paulo.

O registro vai ao ar no dia 18 de dezembro na TV Globo, como parte da programação especial de fim de ano.

Luciano brinca que tinha ido ao estádio do Palmeiras apenas para ver Katy Perry com as filhas. "Os 'Amigos' me deram isso", conta. Zezé não conhecia a arena, e aproveitou para "cornetar" o amigo Xororó. "Eu tentei vir aqui no show de Sandy e Júnior, mas não consegui ingresso. Agora tô vindo cantar". Risos generalizados entre os colegas sertanejos. "Vamos ver se agora ele [Xororó] dá uma moralzinha pra gente".

Durante o espetáculo, as duplas se revezaram no palco. Com Zezé di Camargo e Luciano, Leonardo cantou "Não Aprendi Dizer Adeus". O sertanejo também se juntou a Chitãozinho e Xororó para cantar "Página de Amigos".

Nos bastidores, as piadas continuaram com Leonardo. Contente por fazer uma grande produção em estádio após 37 anos de carreira, o cantor não perdoou o estádio do Paris Saint Germain, de Neymar, em Paris, quando Zezé lembrou que os dois haviam se apresentado na arena da capital francesa.

"Cantamos juntos no Parc des Princes", disse Zezé. "Não chega no pé desse estádio aqui, aquilo é uma bosta", rebateu Leonardo, fanfarrão como de costume. Gargalhada geral mais uma vez.

"Edita [a entrevista] e deixa só o Chitão falando", disse brincando Luciano, em meio às piadas do grupo.

O maestro João Carlos Martins fez uma participação especial ao piano no hit "Fio de Cabelo".

"Temos músicas que marcaram a vida de muitas pessoas. Podermos, juntos, ver esses fãs cantando com a gente é inesquecível", disse Leonardo.

Chitãozinho disse que, apesar de eles serem bastante brincalhões, com o trabalho é diferente: "Na hora de ensaiar, de assumirmos as responsabilidades, somos todos muito sérios. É por isso que esse projeto está dando certo".

O show faz parte da turnê de mesmo título que já está passando por várias cidades do Brasil. O espetáculo ainda vai passar pela Arena Grêmio, em Porto Alegre (20/11), e pela Arena Jeunesse, no Rio de Janeiro (14/12).

O show voltará ao Allianz Parque, na capital paulista, para o encerramento da turnê no dia 8 de agosto de 2020.
Notícias Relacionadas »
Comentários »