04/10/2019 às 07h51min - Atualizada em 04/10/2019 às 07h51min

IML determina causa da morte de Maria Carla, encontrada morta em Olho D’Água Grande

Polícia Civil desconfia que a vítima tenha sido abusada sexualmente antes do homicídio

Da Redação
Cortesia/PC-AL
O Instituto Médico Legal de Arapiraca (IML) divulgou, na manhã desta sexta-feira (04/10), a causa da morte da jovem Maria Carla Lucas da Silva. De acordo com o boletim, a vítima foi assassinada por estrangulamento.

A mulher de aproximadamente 19 anos foi encontrada sem vida numa estrada da cidade de Olho D’água Grande, em uma cova rasa, após ter ficado quatro dias desaparecida. Em entrevista concedida nesta quinta (05/10), o delegado regional de Arapiraca Everton Gonçalves, responsável pelas investigações, confirmou que o principal suspeito do homicídio é José Wellington de Souza Bezerra, que se suicidou um dia depois do desaparecimento da jovem.

A Polícia Civil já conseguiu confirmar que Wellington, conhecido como Lilo, estava por trás de um perfil fake, com nome de Yuri, com quem Maria Carla se relacionava amorosamente. Eles marcaram encontro na madrugada do domingo (29/09), mas Carla não sabia que Yuri era, na verdade, Lilo, a quem ela já havia bloqueado nas redes sociais por provável desafeto. Os indícios de envolvimento do homem no crime apareceram após o mesmo enviar mensagens a amigos falando sobre ter feito algo muito grave, e que essa seria a razão do seu suicídio posterior.

O delegado informou ainda que há suspeita de abuso sexual antes da morte de Maria Carla, mas as informações sobre esse segmento do exame cadavérico não foi divulgada pelo IML.
Notícias Relacionadas »
Comentários »