07/02/2020 às 15h14min - Atualizada em 07/02/2020 às 15h14min

Do que a seleção brasileira de futebol precisa para conseguir uma vaga em Tóquio 2020

Time treinado por André Jardine decide classificação contra a Argentina, domingo

Jânio Barbosa - com GZH
Lucas Figueiredo / CBF/ Divulgação

Ficou mais difícil a missão da seleção brasileira depois de empatar com Colômbia e Uruguai nas duas primeiras rodadas do quadrangular final do Torneio Pré-Olímpico. Agora, se quiser garantir um lugar em Tóquio 2020 sem depender de resultados paralelos, o Brasil terá de vencer a Argentina no domingo (9). 

Após vitória da Argentina sobre a Colômbia, na quinta-feira (6), os hermanos foram a seis pontos em dois jogos e confirmaram a classificação de forma antecipada. Com isso, Brasil (dois pontos), Uruguai e Colômbia (ambos com um ponto) ainda brigam pela última vaga. O Brasil é o único que pode avançar com um empate, desde que não haja vencedor no confronto entre colombianos e uruguaios. 

Há a remota chance de o Brasil se classificar mesmo com derrota no final de semana. Para isso, precisaria torcer por um empate no outro jogo da chave e ainda permanecer à frente nos critérios de desempate, que são, pela ordem, saldo de gols, número de gols marcados e confronto direto. Atualmente, o saldo brasileiro é zero, contra -1 de Colômbia e Uruguai.

Para que a conta feche, o time de Jardine precisaria perder marcando gols. Por exemplo, se perder por 5 a 4 e Colômbia e Uruguai empatarem em 1 a 1, o Brasil terá saldo -1, assim como os concorrentes, mas se classificará pelo número de gols marcados.  

Possibilidades para o Brasil na última rodada

  • Vitória contra a Argentina: Brasil classificado
  • Empate com a Argentina e empate entre Colômbia x Uruguai: Brasil classificado
  • Empate com a Argentina e vitória de Colômbia ou Uruguai: Colômbia ou Uruguai classificado
  • Derrota para a Argentina e vitória de Colômbia ou Uruguai: Colômbia ou Uruguai classificado
  • Derrota para a Argentina e empate entre Colômbia e Uruguai: dependerá dos critérios de desempate (saldo de gols, número de gols marcados e confronto direto)

Tabela de classificação

  • 1. Argentina – seis pontos, cinco gols marcados, três gols sofridos. Saldo: 2
  • 2. Brasil – dois pontos, dois gols marcados, dois gols sofridos. Saldo: zero
  • 3. Uruguai – um ponto, três gols marcados, quatro gols sofridos: Saldo: -1
  • 4. Colômbia – um ponto, dois gols marcados, três gols sofridos: Saldo: -1

Jogos da última rodada, 9 de fevereiro:

  • 20h: Colômbia x Uruguai
  • 22h30min: Argentina x Brasil
Notícias Relacionadas »
Comentários »