18/02/2020 às 15h12min - Atualizada em 18/02/2020 às 15h12min

​Paciente com faca cravada nas costas espera 44h por cirugia

Homem havia sido esfaqueado em uma briga de bar

Da Redação - com G1
Reprodução
O homem de 28 anos esfaqueado nas costas na madrugada de domingo (16/02), passou por uma cirurgia na noite desta segunda-feira (17/02) para retirada do objeto que estava cravado no corpo. O procedimento foi feito por médicos do Hospital da Região Leste (HRL), na região de Paranoá (DF), e ocorreu 44 horas após o paciente dar entrada na emergência da rede pública de saúde.
 
A cirurgia terminou por volta de 0h30 desta terça-feira (18/02). O homem, que preferiu não se identificar, permanece na UTI sem previsão de quando vai receber alta hospitalar.
 
Ainda no domingo (16), por volta de 1h30, o rapaz esfaqueado deu entrada no Hospital Regional de Taguatinga (HRT). Na unidade, exames constataram que a faca, com uma lâmina de 4 centímetros, estava localizada perto da medula óssea da vítima e, por isso, precisava ser retirada por um neurocirurgião.
 
Como no HRT não havia nenhum especialista nessa área, o homem teve que ser transferido para o hospital do Paranoá, onde se recupera.
 
De acordo com familiares do paciente, "ele está bem, se recuperando no quarto". A mulher dele, que preferiu não se identificar por medo de ameaças, disse à reportagem o companheiro só foi operado depois que a reportagem mostrou a situação em que ele se encontrava no HRT.
 
Apesar da demora no atendimento, a mulher afirmou que "o médico foi ótimo e conseguiu fazer tudo sem deixar sequelas". O procedimento foi realizado por uma equipe de nove profissionais. Veja abaixo: 
  • Dois anestesistas;
  • Dois cirurgiões de coluna;
  • Uma enfermeira;
  • Dois técnicos de enfermagem;
  • Um técnico de radiologia;
  • Um cirurgião estava de sobreaviso caso a faca perfurasse o pulmão.
 

Briga em bar

Segundo familiares, o homem foi esfaqueado na fila do banheiro masculino, em um bar.
 
Parentes da vítima disseram ainda que ele foi atingido depois que começou a reclamar da demora. Neste momento, dois homens que estavam no local o acertaram com golpes de faca.
Notícias Relacionadas »
Comentários »