18/02/2020 às 18h15min - Atualizada em 18/02/2020 às 18h15min

​'Artesã dos três reais' processa cem marcas: 'Vi minha imagem até em motel'

De shopping center a multinacional, ela se viu 'vendendo' produtos e serviços sem nenhum contrato

Da Redação - com UOL
Reprodução/TV Globo
Há pouco mais de um ano, a vida da artesã Raquel Motta do Amaral mudou ao virar meme no quadro "Isso a Globo Não Mostra", do "Fantástico", que editou a participação dela no "É de Casa" e a fez repetir "três reais" infinitamente ao lado de Ana Furtado. O vídeo viralizou e entrou no top 10 de memes mais buscados no Google em 2019. Centenas de marcas usaram a imagem de Raquel para fins comerciais. Ela decidiu entrar na Justiça contra as empresas.
 
Até agora, cem marcas foram alvo de processos pelo uso indevido da imagem de Raquel. De lanchonete a academia, de shopping center a multinacional, ela se viu "vendendo" produtos e serviços sem nenhum contrato formal ou autorização.
 
"Comecei e ficar preocupada, aí vi minha imagem em propaganda de motel. Achei bagunça demais", reclama Raquel.
 
A artesã chegou a participar de comerciais e faz posts patrocinados em seu Instagram (com mais de 145 mil seguidores), mas não esperava ver sua imagem prejudicada com o uso irregular por outras marcas.
Notícias Relacionadas »
Comentários »