07/04/2020 às 17h37min - Atualizada em 07/04/2020 às 17h37min

​Pesquisadores descobrem que remédio para piolho pode matar coronavírus em 48 horas

Princípio ativo também é eficaz contra outras doenças, como HIV, dengue e zika

Da Redação - com Razões para Acreditar
Foto: Reginaldo Pimenta/Agência O Dia
Pesquisadores da Universidade de Monash, em Melbourne, na Austrália, descobriram um medicamento capaz de matar o coronavírus (Covid-19) em 48 horas.
 
Os testes com o uso da ivermectina in vitro foram considerados bastante promissores, mas ainda é necessário determinar se a dose utilizada na cultura do vírus é segura para o corpo humano.
 
Trata-se de um medicamento já conhecido e usado no tratamento de vários tipos de infestações por parasitas, como piolhos, sarna, oncocercose, estrongiloidíase, tricuríase, ascaridíase e filaríase linfática.
 
No estudo, os pesquisadores da Universidade de Monash infectaram células com o Covid-19 e testaram a eficácia do fármaco em laboratório.
 
Após 24 horas, notou-se uma redução significativa do material genético do coronavírus. Em 48 horas, ele havia sido destruído.
 
A ivermectina tem se mostrado um medicamento promissor para outras doenças, como o HIV, o influenza, a dengue e o zika.
 
“Isso ajudará as pessoas mais cedo [do que prevíamos]”, disse Kylie Wagstaff, responsável pela pesquisa. A pesquisadora disse que é importante tentar encontrar um remédio ou coquetel que já esteja disponível mundialmente e que seja eficaz contra o novo coronavírus.
Notícias Relacionadas »
Comentários »