01/05/2020 às 15h24min - Atualizada em 01/05/2020 às 15h24min

Em reunião com a FAF, clubes discutem volta dos treinos e Campeonato Alagoano

Oito clubes da Primeira Divisão se reuniram nesta quinta-feira (30)

Jânio Barbosa - com Gazetaweb
Foto: Reprodução

Representantes dos oito clubes da Primeira Divisão do Campeonato Alagoano estiveram reunidos com a Federação Alagoana de Futebol (FAF), nesta quinta-feira (30), por videoconferência, para discutir o retorno dos treinamentos e a continuidade da competição estadual. Neste primeiro momento, a reunião serviu apenas para o posicionamento dos clubes. 

Entre os que se mostraram favoráveis à volta das atividades estão CRB, CSA, Murici e CSE. O Galo da Praia foi representado pelo presidente executivo, Marcos Barbosa; pelo Azulão, os representantes foram o executivo de futebol, Marcelo Barbarotti, e o supervisor de futebol, Marcelo de Jesus; enquanto pelo Verdão da Zona da Mata estavam o prefeito de Murici, Olavo Neto, e o presidente do clube, Geraldo Amorim. Já o Tricolor de Palmeira dos Índios foi representado por Zenício Neto, vice-presidente jurídico. 

CAUTELOSOS 

Durante o encontro, nenhum clube demonstrou ser contrário ao retorno. Porém, alguns, como o ASA, CEO, Jaciobá e Coruripe, ainda mantiveram a cautela e preferiram aguardar a posição do Governo de Alagoas. 

O Fantasma foi representado pelo presidente afastado Moisés Machado, e o presidente em exercício, Celso Melo; já o Azulão do Sertão teve como representante o vice-presidente do Conselho Deliberativo, Giuseppe Gomes; pelo Hulk, Franciney Joaquim, vice de futebol, esteve presente no encontro; enquanto o Tricolor de Olho d'Água das Flores contou com o presidente executivo, Wilque Souza. 

O discurso destes quatro clubes é de que já dispensaram atletas e comissões técnicas, por isso precisarão de tempo para se organizar e avaliar o retorno dos treinamentos e do Campeonato Estadual. 

Agora, a FAF fará ajustes no protocolo de retomada junto ao grupo de trabalho formado pela entidade e encaminhará o documento ao Governo do Estado, à Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas (Sesau-AL) e ao Ministério Público Estadual (MPE-AL) para avaliação. Em caso de aprovação da documentação, a entidade reunirá novamente os clubes para definir as datas para o recomeço dos treinamentos e da competição.

Notícias Relacionadas »
Comentários »