01/06/2020 às 16h52min - Atualizada em 01/06/2020 às 16h52min

Aulas presenciais em Alagoas estão suspensas até 10 de junho

Medida vale para escolas, faculdades e universidades e foi divulgada em decreto publicado neste domingo (31/05)

Da Redação - com Assessoria
Foto: Ascom/Valdir Rocha
As aulas nas escolas, faculdades e universidades públicas e privadas de Alagoas permanecem suspensas até o dia 10 de junho. A medida foi anunciada no Decreto 69.935, publicado neste domingo (31/05), no Diário Oficial do Estado (DOE) e pode ser acessado no site www.imprensaoficialal.com.br.
 
Segundo o artigo 6º do decreto, “ficam suspensas todas as aulas presenciais nas escolas, universidades e faculdades das redes de ensino pública e privada no estado de Alagoas, a partir da 0 (zero) hora do dia 1º de junho até as 23:59h do dia 10 de junho, sem prejuízo do cumprimento do calendário letivo, Decreto Estadual nº 69.527, de 2020”.
 
Na rede estadual de ensino, as aulas presenciais estão suspensas desde 23 de março. No dia 07 de abril, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) estabeleceu o Regime Especial de Atividades Escolares Não Presenciais (REAENP) nas Unidades de Ensino da Rede Pública Estadual de Alagoas. O documento orienta como as atividades escolares devem ser realizadas nesse período de quarentena e está disponível para consulta no site da Seduc.

Organização

Uma das medidas orientadas pelo REAENP foi a criação de laboratórios de aprendizagem para as turmas de 1º ano do ensino fundamental à 2ª série do ensino médio, onde as atividades acontecem de forma interdisciplinar – com professores de várias disciplinas trabalhando juntos. Já para as turmas da 3ª série do ensino médio, foi implantado o projeto "Foca no Enem", com o intuito de preparar os estudantes da rede estadual para as provas.
 
Para ambos os casos, as atividades acontecem de forma remota, seja pelo uso de ferramentas virtuais como também pela impressão e entrega de material impresso para alunos sem acesso à internet.
 
Na última quinta-feira (28/05), a Seduc também anunciou uma parceria com a Google for Education e que propiciará a criação de 180 mil contas de e-mail institucionais para que professores e estudantes tenham acesso ilimitado aos recursos de uma das principais plataformas educacionais do mundo.
Notícias Relacionadas »
Comentários »