07/09/2020 às 15h09min - Atualizada em 07/09/2020 às 15h09min

Morre, aos 78 anos, Agripino Alexandre, ex-prefeito de Arapiraca

Político morreu em consequência de problemas cardíacos; Corpo sepultado esta tarde no Cemitério Parque das Flores, em Maceió

- Da redação
Foto: Reprodução/ Youtube

Faleceu na manhã desta segunda-feira (07/09), Agripino Alexandre, 78, vítima de falência múltipla dos órgãos, em consequência de problemas cardíacos. Agripino era prefeito da cidade de Arapiraca. Ele estava internado havia um mês na Santa Casa de Misericórdia da Capital Alagoana.
 
Conforme informações repassadas por pessoas próximas à família, Alexandre deveria ter feito uma cirurgia para a substituição de uma válvula no coração ainda antes do início do ano. No entanto, ele mesmo decidiu adiar o procedimento para depois dos primeiros meses de 2020. Como a cirurgia não foi feita, por conta da pandemia do coronavírus, o quadro de saúde de Agripino se agravou, afetando rins e fígado.

Além dos problemas relatados, segundo informações, o ex-prefeito ainda contraiu a covid-19, tendo se recuperado da doença em seguida. Os problemas cardíacos causaram a falência múltipla dos órgãos, o levando a óbito. O corpo de Agripino Alexandre deve ser sepultado na tarde desta segunda-feira (07/09), no Cemitério Parque das Flores, em Maceió.
 
Vice-prefeito

Agripino Alexandre foi eleito prefeito de Arapiraca em 1973 e ficou no cargo até 1976. A obra considerada uma das mais importantes de sua carreira foi a construção do Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca. Segundo informações do Projeto Raízes de Arapiraca, Agripino Alexandre não chegou ao executivo de Arapiraca como prefeito. Ele foi eleito vice, na chapa com Higino Vital, que veio a falecer após o primeiro ano de mandato.

 
Notícias Relacionadas »
Comentários »