13/08/2019 às 07h46min - Atualizada em 13/08/2019 às 07h46min

IMA promove ação de recolhimento de animais silvestres em Arapiraca

Devolução involuntária acarretará punições

Karina Glória
Reprodução / FPI
Nesta quarta-feira (14/08), o Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA) vai realizar uma ação que possibilita que animais silvestres adquiridos de forma ilegal, ou resgatados pela população, possam ser entregues espontaneamente. O Comando Geral, da Rádio Novo Nordeste, conversou com Paulo Lira, que é consultor ambiental do IMA para falar sobre a iniciativa que acontecerá no Parque Ceci Cunha, das 8h às 13h.

“Quem tiver ou resgatou algum animal silvestre entregue para que a gente encaminhe de forma adequada para a natureza. Vamos estar com uma tenda lá para receber esses animais e estamos dando oportunidades porque alguns desses animais estão sendo criados e isso é crime. Essa doação é de forma espontânea e sem acarretar nenhuma punição para quem devolver”, falou.

Ele explicou que a iniciativa é uma ação educativa. “Essa ação será educativa e de conscientização aqui em Arapiraca. Nós estamos trabalhando com o Ministério Público (MP) e outros órgão em uma ação chamada FPI e temos sede Arapiraca, a ação de devolução voluntaria faz parte da educação ambiental dessa fase da operação”, disse.

O entrevistado também esclareceu sobre quais animais podem ser criados sem algum registro. “É normal encontrarmos papagaios, jabutis, pássaros, tatus e em geral as aves mais visadas pelos criadores ou quem resgata esses animais. Os animais exóticos podem ser criados sem nenhum registro, sem punições, esses que não existem no Brasil. Os que existem, só podem ser criados dentro da lei, com a devida autorização e monitoramento”.

 
“Nós temos uma equipe multidisciplinar que vai trabalhar com esse animal para estímulo de busca de alimento, tratar a saúde e quando eles estiverem aptos eles retornam à natureza. A gente está dando a oportunidade de quem tiver com esses animais faça a devolução, mas quem for flagrado depois disso, estará passível a sofrer alguma punição e o animal será recolhido da mesma forma”, concluiu.
Notícias Relacionadas »
Comentários »