segunda-feira, 26 julho, 2021
InícioAlagoasNutrólogo fala sobre a importância do ômega 3 no combate a inflamações...

Nutrólogo fala sobre a importância do ômega 3 no combate a inflamações – Saúde em Foco

Dr. Germano Jatobá destaca que o salmão e outros peixes de águas profundas e geladas são ricos em ômega 3

O Programa Saúde em Foco, transmitido pela Rádio 91.5 FM, nesta segunda-feira (07/06), teve como tema a importância do Ômega 3. Para falar sobre o assunto, André Pepes entrevistou Dr. Germano Jatobá, cirurgião geral e nutrólogo.

De acordo com o Dr. Germano Jatobá, o ômega 3 é uma classe de ácidos graxos saturados e essenciais ao organismo, que nós não conseguimos produzir.

Existem os seguintes tipos de ômega 3:

Ácido docosahexaenoico (DHA): encontrado principalmente nos peixes de águas geladas e profundas;

Ácido eicosapentaenoico (EPA): contido nos peixes;

Ácido Alfa-Linolênico (ALA): gordura de fonte vegetal encontrada na linhaça, chia e oleaginosas (castanhas), além de algas. Embora esta variedade possa ser convertida nos dois primeiros, estes são os mais indicados;

Ácido estearidônico: presentes nos óleos de prímula, borragem e echium, somente disponíveis em forma de suplemento.

Segundo o Dr. Germano Jatobá, o ômega 3 de origem animal oferece mais benefícios. “O salmão e outros peixes de águas profundas e geladas são fontes de ômega 3, por isso, existe uma dificuldade em adquiri-lo aqui no Brasil, já que a praias são rasas e quentes. Para nós conseguirmos obter a quantidade de ômega 3 necessária ao organismo, precisamos comer esse tipo de peixe, sendo que o peixe não deve ser criado em cativeiro”, ressalta.

Como esse tipo de peixe é importado, o preço não é acessível para a maioria da população. “Sendo assim, para consumir o ômega 3 de forma mais acessível é preciso recorrer aos suplementos vendidos em farmácias”, destaca.

De acordo com o médico, o ômega 6 tem uma importante relação com o ômega 3. “Se o ômega 6 estiver em excesso no organismo, desenvolve um processo inflamatório e o ômega 3 tem a função de combater processos inflamatórios. Por isso, o ômega 3 é essencial”, explica.

Então, é preciso evitar o excesso de ômega 6 no organismo. “O excesso de alimentos fritos em óleo de soja ou de milho, por exemplo, pode aumentar a quantidade de ômega 6 no organismo, portanto, é preciso ter uma dieta saudável para evitar esse excesso que é prejudicial ao organismo”, aponta o Dr. Germano Jatobá.

O médico enfatiza que o ômega 6 é essencial ao organismo, mas, quando em excesso, pode causar inflamações e a presença do ômega 3 é essencial para combater esse tipo de outros tipos de inflamações no organismo. “O principal benefício do ômega 3 é sua ação anti-inflamatória”, destaca.

Segundo o nutrólogo, o estilo de vida moderno, ou seja, o estresse, a exposição a poluentes e agrotóxicos, a falta de atividade física, somado a uma dieta desequilibrada facilitam os processos inflamatórios e o ômega 3 é essencial no combate às infecções.

O Dr. Germano Jatobá salienta que existe uma orientação de que uma quantidade boa de ômega 3 para o consumo diário é de 1000 a 1200 miligramas por dia. “Não existe a produção do ômega 3 de origem animal no Brasil, então as marcas de suplementos de ômega 3 disponíveis no mercado são importadas. É preciso comprar o suplemento de uma marca que tenha referência”, orienta.

O Dr. Germano Jatobá atende na Clínica Diagnósticus, localizada na Rua São Francisco, nº 191, no Centro de Arapiraca. Contato: 981848403 ou 996720241.

Para acompanhar o Saúde em Foco ao vivo, acompanhe a 91.5 FM, de segunda a sexta, às 13h. Para ouvir o programa acesse o perfil no Spotify clicando aqui. Acompanhe o programa também nas redes sociais.

Assista à entrevista na íntegra:

Reprodução: NN Play

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS