sexta-feira, 12 agosto, 2022
HomePolíciaOperação Curupira: Ação integrada entre Polícia Militar e Civil é deflagrada para...

Operação Curupira: Ação integrada entre Polícia Militar e Civil é deflagrada para combater tráfico de drogas

Ao todo, foram cumpridos 15 mandados de prisão em Maceió

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) coordenou uma operação integrada entre as Polícias Civil e Militar com o objetivo de prender integrantes de uma organização criminosa que atuava em bairros de Maceió. A ação aconteceu nesta quarta-feira (24/02) e cumpriu 15 mandados de prisão e 16 de busca e apreensão, expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital.

A operação é fruto de um trabalho investigativo da Divisão Especial de Investigações e Capturas (DEIC), realizada de forma integrada com o Comando de Policiamento da Capital (CPC) e o Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran).

Os mandados foram cumpridos nos bairros do Bom Parto e Chã da Jaqueira, que também eram as regiões onde a organização criminosa atuava com tráfico de drogas.

A operação ganhou o nome de Curupira em alusão a figura do folclore brasileiro que vivia nas matas. Os integrantes da organização criminosa utilizavam áreas de mata para esconder as drogas na tentativa de não serem descobertos pelas forças policiais.

O efetivo participante

Para o cumprimento dos mandados durante a operação integrada foram empregados policiais militares do BPTRAN, 4° BPM, Grupamento Aéreo, Canil, Radiopatrulha, além de agentes da ASFIXIA e da DEIC.

Até o presente momento oito pessoas foram presas. Todos os indivíduos e materiais apreendidos foram encaminhados para a sede da DEIC, no bairro da Santa Amélia, para a confecção dos procedimentos cabíveis.

A população é grande parceira das forças de segurança no combate ao crime em Alagoas e pode contribuir com o trabalho das polícias realizando denúncias sobre homicídios, tráfico de drogas, roubos, organizações criminosas e outros crimes por meio do Disque Denúncia. As informações podem ser repassadas, de forma anônima e gratuita, por meio de ligações para o 181.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS