quinta-feira, 11 agosto, 2022
HomeAlagoasPolícia Civil investiga morte de mulher após implante de silicone em procedimento...

Polícia Civil investiga morte de mulher após implante de silicone em procedimento estético clandestino

A vítima ficou sabendo do procedimento estético ao ver o anúncio na internet, e negociou a aplicação do silicone por aproximadamente R$ 4 mil

O delegado Robervaldo Davino, titular do 6° Distrito Policial (6°DP), instaurou inquérito para investigar a morte de Suzana Thaís Ferreira da Silva, de 33 anos. Ela morreu após colocar implantes de silicone nas nádegas fora de ambiente hospitalar, em um resort localizado no Litoral Norte de Alagoas.

Davino confirmou que a mulher que fez o procedimento, foi identificada e deixou o resort um dia depois de atender Suzana Thaís. A Polícia Civil de Alagoas, no entanto, já teria todas as informações sobre a mulher apontada como responsável pela aplicação da prótese e vai representar pela sua prisão.

A vítima ficou sabendo do procedimento estético ao ver o anúncio na internet, e negociou a aplicação do silicone por aproximadamente R$ 4 mil.

Susana Thais Ferreira da Silva morreu na madrugada do domingo (31/01) no Hospital Geral do Estado. Segundo a assessoria da unidade hospitalar, ela havia dado entrada às 23h14 do dia anterior, apresentando suspeita de embolia pulmonar e sepse (infecção generalizada) e não resistiu à gravidade do quadro.

De acordo com as informações do delegado Robervaldo Davino, a vítima teria contratado os serviços de uma mulher, que possui clínica na Bahia, e realizado o procedimento no sábado (30/01) em um resort instalado na região norte do estado.

Horas após o procedimento, já de volta à sua residência no bairro da Chã da Jaqueira, a mulher teria reclamado de mal-estar e de estar perdendo a voz. Susana foi levada ao Hospital Geral do Estado, mas não sobreviveu.

O laudo da necropsia, segundo a assessoria da Perícia Oficial, atesta morte por embolia pulmonar.

A equipe do 6°DP esteve no resort onde ocorreu o procedimento e a responsável teria deixado o local às pressas, na noite do domingo.

 

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS