domingo, 3 julho, 2022
InícioGeralPolícia Civil prende homem acusado de quatro homicídios no Sertão alagoano

Polícia Civil prende homem acusado de quatro homicídios no Sertão alagoano

A prisão foi decretada pelo assassinato de um homem que teve o corpo encontrado, enterrado em um terreno no bairro de Xingó, em Piranhas, no dia 18 de abril deste ano

Policiais civis prenderam, nessa terça-feira (21/06), um homem, de 25 anos, que responde a quatro inquéritos policiais, por crimes de homicídio, no Sertão de Alagoas, e chefiava o tráfico na região conhecida como Fazendinha, em Piranhas.

O trabalho mobilizou equipes da Gerência de Inteligência Policial (Ginpol)do Tático Integrado de Grupos de Resgate Especial (Tigre), da Delegacia Regional de Santana do Ipanema e da Delegacia distrital de Piranhas.

O delegado Thales Araújo, gerente da Ginpol, informou que as equipes policiais estiveram em Santana do Ipanema e o trabalho se estendeu para a cidade de Olho d’Água das Flores, onde o acusado acabou localizado.

Ao perceber a presença da polícia, ele tentou fugir em uma motocicleta, mas foi alcançado e detido às margens da rodovia AL-220, num trecho que fica na saída da cidade de Jacaré dos Homens.

O homem foi levado para o Centro Integrado de Segurança Pública (CISP) de Batalha, onde foi cumprido o mandado de prisão preventiva, expedido pela juíza Raquel Torres, da Vara do Único Ofício de Piranhas.

O delegado Daniel Mayer, de Piranhas, informou que, além dos quatro homicídios, ele também responde pelos crimes de tráfico, associação para o tráfico, porte ilegal de arma de fogo e ocultação de cadáver.

A prisão foi decretada pelo assassinato de um homem, conhecido como “Pelo Certo”, que teve o corpo encontrado, enterrado, em um terreno no bairro Xingó, em Piranhas, no dia 18 de abril deste ano.

A vítima, que não residia naquela cidade, foi morta a tiros e o cadáver já estava em estado de decomposição quando foi achado.

O crime teria sido motivado por questões relacionadas com o tráfico de drogas. Os demais homicídios também foram praticados em Piranhas. O acusado, agora, se encontra preso à disposição da Justiça.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS