20 C
Arapiraca
Segunda-feira, 27 Maio, 2024

Polícia Federal prende uma pessoa por posse de imagens de abuso sexual infantil, em Maceió

A Polícia Federal no Estado de Alagoas cumpriu, nesta sexta feira (10/11), dois mandados de busca e apreensão nas cidades de Maceió e Penedo, durante a execução da “Operação Perigo na Rede”, que investiga o armazenamento e o compartilhamento de arquivos contendo cenas de abuso sexual de crianças e adolescentes através da internet. Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal de Alagoas com manifestação favorável do Ministério Público Federal.

De acordo com a PF, as investigações tiveram início em dezembro de 2022 e contaram com a participação de policiais federais da Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos da Superintendência Regional da Polícia Federal em Alagoas. Foi constatado que 2 (dois) usuários de redes sociais que residem no Estado de Alagoas haviam compartilhado arquivos contendo cenas de abuso sexual infantil entre os anos de 2020 e 2021 com pessoas que residem fora do Brasil. Por meio de modernas técnicas de investigação, foi possível identificar os locais onde os suspeitos se conectaram à internet para compartilhar esses arquivos.

Durante as buscas realizadas nesta manhã (10/11) foram apreendidos equipamentos de informática como smartphones, computadores, notebooks, mídias digitais. Em um dos locais de busca foram encontrados, em um smartphone, vários arquivos contendo imagens de abuso sexual infantil. Uma pessoa foi presa em flagrante.

Todo material apreendido será encaminhado à perícia e as imagens encontradas serão analisadas com o intuito de identificar eventuais crianças ou adolescentes vítimas de abuso sexual.

O armazenamento e o compartilhamento de fotografias, vídeos ou qualquer outro registro de imagem que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente são crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90). As penas para esses crimes, quando somadas, podem chegar a até 10 (dez) anos de prisão.