domingo, 3 julho, 2022
InícioAlagoasPolícia investiga morte de mulher e tentativa de homicídio contra companheiro dela,...

Polícia investiga morte de mulher e tentativa de homicídio contra companheiro dela, em Murici

O autor dos crimes tirou a própria vida; militares do Corpo de Bombeiros fazem buscas pelo corpo da mulher

A morte da jovem Graciane da Silva, 20 anos, seguida da tentativa de homicídio contra o companheiro dela e do suicídio do autor destes crimes, chocou os moradores do município de Murici nesta semana. Os crimes, ocorridos na terça-feira (17/05), mobilizaram agentes da Polícia Civil e o caso já está sob investigação. O Corpo de Bombeiros enviou militares para a cidade, nesta quinta-feira (19/05), para o trabalho de buscas pelo corpo da jovem.

De acordo com informações passadas pelo delegado Igor Diego, o homem identificado como Wagnario Deolindo da Silva, primo de Graciane, teria sido o autor dos crimes contra o casal. Informações passadas às autoridades mostram que ele teria saído com a Graciane em direção ao Rio Mundaú e, momentos depois, teria retornado sujo de lama, aparentemente nervoso, e afirmado que havia feito uma “besteira”. O corpo da mulher teria sido abandonado no rio.

“Um fato trágico. Esse indivíduo saiu com a prima, veio para o Rio Mundaú, depois voltou para casa sozinho, sujo de lama e todo molhado, dizendo que havia feito uma besteira. Disse que a Graciane tinha sido morta e o corpo levado pelo rio. Logo em seguida, transtornado, pegou uma faca e esfaqueou o companheiro da Graciane que estava dormindo na casa dele”, afirmou Igor Diego.

“A esposa do suspeito, ao tentar ajudar o rapaz esfaqueado, foi até a porta de casa com o objetivo de encontrar alguém que o levasse até o hospital em União dos Palmares, razão pela qual o homicídio não se consumou. Nesse intervalo, quando a mulher retornou para casa, encontrou o marido enforcado, ou seja, ele praticou suicídio”, destacou o delegado.

Igor Diego também afirmou que os bombeiros continuam os trabalhos para localizar, o mais breve possível, o corpo de Graciane. A partir da examinação do cadáver, a polícia pode avançar no inquérito e esclarecer o crime.

“Em um único caso podemos estar em uma situação de homicídio, da Graciane, de uma tentativa de homicídio, contra o companheiro dela, e logo em seguida, de um suicídio, praticado pelo autor dos delitos. A Polícia Civil tem se dedicado a elucidar a situação e localizar o corpo da jovem”, finalizou.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS