terça-feira, 26 outubro, 2021
InícioAlagoasRedução das medidas restritivas alerta para o aumento dos atendimentos a vítimas...

Redução das medidas restritivas alerta para o aumento dos atendimentos a vítimas de acidentes de trânsito no HEA, em Arapiraca

Em julho deste ano, o HEA registrou aumento de 15% no número de vítimas de acidentes de trânsito atendidas

Atualmente Alagoas está na Fase Amarela do Plano Estadual de Distanciamento Social Controlado, com a flexibilização das medidas restritivas. A mudança é fruto da redução do número de casos da Covid-19 e da queda na taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no estado. Mas, essa flexibilização trouxe à tona uma preocupação para os profissionais de saúde do Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca, uma vez que o número de atendimentos a vítimas de acidentes de trânsito aumentou.

De acordo com dados do Serviço Epidemiológico do HEA, em julho deste ano foram atendidas 832 vítimas de acidentes de trânsito, 15% a mais que o mês anterior, quando foram atendidas 721 vítimas. O número de atendimentos em julho está acima da média mensal, que é de 825.

De acordo com a coordenadora do Serviço Epidemiológico do HEA, Ana Lúcia Alves, os profissionais percebem essa oscilação na rotina diária. “Sempre que as medidas restritivas ficam mais rígidas, os números caem. Se as medidas são flexibilizadas, os números aumentam, principalmente nos casos de vítimas de acidentes com motos, sejam quedas ou colisões”, salientou.

Os números de vítimas de queda de moto (449) e colisão entre carro e moto (119) representam quase 70% das vítimas de acidente de trânsito atendidas em julho. Este ano, de janeiro a julho, o HEA já atendeu 5.775 pessoas vítimas de acidente.

A coordenadora do Serviço Epidemiológico do HEA alerta, ainda, para a necessidade de, mesmo com a flexibilização, cumprir as leis de trânsito. “Os acidentes de trânsito costumam ser graves e até fatais, principalmente os que envolvem moto. Por isso, é importante respeitar as leis, usar capacete, não dirigir depois de ingerir bebida alcoólica. Assim, vamos impedir que os números de acidentes continuem aumentando”, ressaltou.

Redução

Em todo o ano de 2020 o total de vítimas de acidentes de trânsito atendidas no HEA foi 11.255, uma média de 937 atendimentos mensais. Mas, durante o período de abril a julho do ano passado, quando as medidas restritivas ficaram mais severas, a média foi de 712 atendimentos.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS