terça-feira, 26 outubro, 2021
InícioArapiracaREPORTAGEM ESPECIAL - Treinados para salvar vidas, policiais militares sofrem com ansiedade...

REPORTAGEM ESPECIAL – Treinados para salvar vidas, policiais militares sofrem com ansiedade e depressão

A reportagem especial da 91 FM relata os problemas relacionados a saúde mental desses profissionais

Os policiais militares são vistos pela sociedade como heróis, esse estigma pode encobrir problemas de saúde enfrentados por policiais, que trabalham diariamente sob forte pressão. A reportagem especial da 91 FM relata os problemas relacionados a saúde mental desses profissionais.

De acordo com o comandante do 3º Batalhão da PM, tenente-coronel Eliezer Lisboa, 20% dos policiais são afastados, seja por problemas físicos, ou mentais. Os militares sofrem pressões diárias, sobrecarga de trabalho, esgotamento emocional, que podem se transformar, em muitos casos, em depressão.

“É uma rotina deveras estressante, de adrenalina alta. O policial está sempre atento ao que pode ocorrer, é um rotina bem estressante, os suicídios afetam mais os militares do que outras pessoas da sociedade”, relata o tenente-coronel.

O comandante enfatiza que, “o policial militar é um ser um humano como qualquer outro, os militares presenciam muitos crimes, e isso é um choque, que corrobora para o policial ter uma vida estressante”.

“As pessoas tem que entender que só o fato da pessoa ser policial, ele sempre está no alto grau de estresse, porque a vida dele corre sempre risco. Por exemplo, quando o crime sabe que ele é policial, nem na folga o policial consegue não se preocupar”, complementa.

O 3º BPM conta com um serviço de psicologia, e de acordo com o tenente-coronel Eliezer Lisboa, quando é observado algum comportamento fora do normal, o militar é encaminhado ao psicólogo.

“Não podemos colocar uma pessoa estressada para trabalhar com uma arma de fogo. Além dos problemas psicólogos, existem profissionais afastados por acidentes. Não é fácil ser policial, tem que amar o que faz”, finaliza o comandante.

Saúde Mental

Com o alto de nível de pressão, os militares de tornam vulneráveis aos transtornos psicológicos. De acordo com o psicólogo Thiago Luciani, “os policiais estão incumbidos de nos proteger enquanto eles arriscam a vida. O policial sofre de muito estresse emocional, estão sempre em estado de alerta, com medo, em situações de confronto, em situações de risco de vida. Com o tempo, essa pressão pode desencadear depressão, ansiedade, síndromes de pânico. É importante que os institutos tenham uma rede de acolhimento para que o policial possa desempenhar seu papel”.

O psicólogo adverte sobre o estigma de super-herói relacionado aos militares. “É preciso quebrar o preconceito, o policial precisa ser visto como um ser humano, que tem medos, que precisa desabafar, é preciso tirar o estigma de super-herói, ele é um ser humano que precisa ser acolhido”.

A sociedade reconhece 

Para Jorge Marques, “os policiais deixam as famílias nas suas casas para defender as nossas famílias, tenho um orgulho muito grande da polícia militar, são os heróis”.

Veja a reportagem:

Reprodução: NN Play

 

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS