segunda-feira, 20 setembro, 2021
InícioArapiracaVÍDEO - HEA promove campanha Setembro Amarelo com palestras de conscientização e...

VÍDEO – HEA promove campanha Setembro Amarelo com palestras de conscientização e prevenção ao suicídio

Psicóloga Mônica Leal, coordenadora da área de psicologia do HEA, em Arapiraca, aponta que “o suicídio é o que mais mata no mundo”

O Hospital de Emergência do Agreste (HEA), em Arapiraca, está promovendo a campanha Setembro Amarelo, através do projeto ‘Preparando a Volta para Casa’, com diversas palestras de conscientização e prevenção ao suicídio.

A campanha teve início ontem, segunda-feira (13/09), com a palestra do Dr. Jean Rafael, que é médico, mestre e professor da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), falando sobre depressão e suicídio. A psicóloga Maria Helena Pereira, do Centro de Apoio Psicossocial (Caps) Nise da Silveira, abordou o mesmo tema.

A equipe de reportagem da 91 FM conversou com a psicóloga Mônica Leal, coordenadora da área de psicologia do HEA. Segundo ela, houve uma diminuição de 30% no número de tentativas de suicídio atendidas no HEA em 2020, se comparado ao ano de 2019.

“Essa diminuição aconteceu principalmente por conta do isolamento social que acorreu entre março e setembro do ano passado. Isso mostra que a base do suicídio no mundo inteiro é a desestruturação familiar. Como houve uma maior interação na família, isolada em casa, diminuiu o número de tentativas de suicídios e de suicídios”, aponta.

Em relação à saúde mental dos profissionais da saúde, a psicóloga destaca que, na categoria profissionais no mundo todo, quem mais se suicida são os médicos e demais profissionais da saúde, depois são os policiais, jornalistas e os professores.

“Quem mais cuida da sociedade, mais se suicida. Além da pressão, no meio da saúde, os profissionais têm os instrumentais e sabem como morrer que forma mais rápida e menos sacrificante. Eles têm acesso ao meio mais fácil de se matar”, frisa Mônica Leal.

Ela ressalta que, no mundo, a faixa etária que mais tenta suicídio é entre 15 e 39 anos, geralmente por causa do desemprego ou da desestruturação familiar. “Aqui no HEA, os dias que nós atendemos mais casos de tentativas de suicídio são o dia dos namorados e a véspera do natal. Isso porque acontece o fim do namoro às vésperas do dia dos namorados, ou a pessoa não foi convidada para passar o natal com a família, então, justamente por conta da desestruturação familiar, ocorrem as tentativas de suicídio ou o suicídio. Isso mostra que a família é a base de tudo”, observa a psicóloga.

Mônica Leal salienta ainda que, no mundo, 1 milhão de pessoas se suicidam por ano. “O suicídio é o que mais mata no mundo. A cada segundo, 46 pessoas se suicidam no mundo. No Brasil, a cada 46 minutos, uma pessoa se mata. O Brasil ocupa o 8º lugar no mundo em número de suicídios e, no mapa do Brasil, a cidade de Arapiraca está no décimo lugar em número de suicídios”, alerta a psicóloga.

Veja a entrevista:

Reprodução: NN Play

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS