sexta-feira, 14 maio, 2021
InícioArapiracaVÍDEO - Ao som da sanfona, Mestre Afrísio Acácio recebe alta hospitalar...

VÍDEO – Ao som da sanfona, Mestre Afrísio Acácio recebe alta hospitalar após internação por Covid-19

O sanfoneiro e poeta estava internado desde o dia 22 de março (22/03)

Internado desde o dia 22 de março (22/03) em decorrência da Covid-19, o poeta e sanfoneiro, Afrísio Acácio, 71 anos, recebeu alta hospitalar nesta segunda-feira (26/04). A saída do mestre foi ao som da sanfona, com muita alegria e gratidão. Ele estava internado no Hospital Regional, em Arapiraca, veja o vídeo abaixo.

A postagem foi feita do Instagram do seu filho, o produtor cultura Arlison, conhecido como Touro Entretenimento. Afrísio agradeceu a toda a equipe médica em forma de poesia.

“Mestre Afrisio Acácio tem alta hospitalar. O vídeo descreve a alegria de todos os familiares e amigos, e a felicidades de todos os médicos e enfermeiros em ver mais uma paciente curado da covid. Graças a Deus e a medicina ele vai seguir em casa se recuperando, e aos poucos retomando a sua vida em alegrar o povo com suas poesias, versos e muito forró,
Perdemos muitos amigos e familiares, mais o que nos conforta é ver cenas como esta, tanto de um ente querido vencendo a covid, quanto de amigos e conhecidos também vencendo. Vamos seguindo fortes em orações para todos que precisam reestabelecer sua saúde, e pedir sempre para que fortaleça a todos que vem enfrentado essa pandemia, principalmente todos da área da saúde.
Mais do que Deus ninguém.”, escreveu o filho.

Veja o vídeo:

Afrísio Acácio

O mestre sanfoneiro Afrísio Acácio do Acordeon é uma referência não só no Agreste, mas em toda Alagoas, agregando para o seu projeto “Cultura na Praça” todo tipo de artista popular do nosso estado, desde aboiadores a declamadores, além do pastoril até a música regional.

Nascido em 12 de agosto de 1949, na cidade de Campo Grande, Afrísio se firmou em Arapiraca, onde se radicou e logo ganhou destaque nas altas rodas matutas. Com orgulho, carrega o apelido de “poeta vaqueiro”, já que é também declamador, além de exímio músico instrumentista e compositor.

Domina a sanfona e os oito baixos e é considerado um dos maiores do Nordeste. Mas até chegar lá, percorreu um longo caminho.

Quando pequeno, ele comprou uma bicicleta de seu irmão e foi até o centro da sua cidade natal e trocou o veículo por uma sanfona de 48 baixos. Voltou para casa a pé, mas feliz.

O fato aconteceu por sua paixão pela música nordestina aflorar ao escutar rádio. Hoje, é também radialista e comanda o programa Manhãs Nordestinas, na Pajuçara FM (101,9 Mhz).

Casado com dona Alcina, sua musa, além de conduzir o projeto Cultura na Praça, ele ainda desponta com a Associação Cultural de Tradições Nordestinas de Arapiraca (ACTNA) e dá aulas para jovens sanfoneiros.

spot_img

ÚLTIMAS NOTÍCIAS