23.3 C
Arapiraca
Terça-feira, 21 Maio, 2024

VÍDEO – PC conclui inquérito e pede prisão de homem que ameaçou e perseguiu ex-mulher com arma em Craíbas

A Polícia Civil de Alagoas, por meio da delegacia do 62ºDP de Craíbas, concluiu o inquérito policial e pediu a prisão de um homem de 27 anos, nessa terça-feira (07/12). De acordo com as investigações, o acusado cometeu os crimes de disparo de arma de fogo em lugar habitado, stalking (perseguição) e ameaça, todos no contexto de violência doméstica e familiar contra a mulher. Os fatos aconteceram em três oportunidades na cidade de Craíbas, sendo que a última ação criminosa aconteceu na madrugada de 14/11/2022, por volta das 02h15, em um condomínio fechado daquela cidade. (veja o vídeo abaixo)

Durante as investigações, o delegado Manoel Acácio Júnior representou pelas medidas cautelares de busca domiciliar e prisão preventiva, tendo em vista o mesmo ser recorrente na prática de violência doméstica contra a mesma vítima. O indiciado continua foragido.

A mãe do acusado apresentou uma pistola cal. 45 desmontada em duas partes, sem o respectivo carregador, tendo sido encaminhada para perícia.

Segundo o apurado, o agressor teve um relacionamento com a vítima em Maceió, e os dois tiveram uma filha.   Porém, a vítima disse não suportar mais a convivência agressiva e violenta por parte do indiciado, que chegou a lesioná-la dolosamente enquanto morava na capital. A vítima solicitou uma medida protetiva de urgência, se separou do companheiro e se mudou para Craíbas, para fugir do agressor.

Mesmo com as medidas protetivas, o autor foi até a cidade de Craíbas e em três ocasiões em um intervalo de quinze dias, tentou matar a vítima portando uma arma de fogo.

O acusado também chegou a dar vários cavalos de pau em frente à casa da ex-mulher para amedrontá-la. No início de novembro, ele invadiu o condomínio, onde a vítima reside, arrombando o portão a tiros para ter acesso a casa, onde a ex-mulher estaria com um suposto namorado, que o agressor tencionava matar. Ele também perseguiu a vítima pelas redes sociais e pessoalmente.

Na última ocorrência o indiciado usou um veículo Fiat Mobi branco, pertencente à uma locadora, e tirou as placas com a intenção de não ser identificado, mas a Polícia Civil o identificou e conseguiu junto ao judiciário e ministério público o pedido de prisão preventiva do acusado.

https://youtu.be/903pw0RgVTw